As pessoas começam a empreender por vários motivos: desejo de ter autonomia, uma ideia revolucionária ou apenas vontade de redirecionar a sua trajetória profissional. Contudo, para tirar as ideias do papel e, de fato, montar um negócio, é preciso ter foco e disciplina impecáveis, além de ficar de olho em questões burocráticas, contratos, impostos e ter noção do setor no qual decide atuar. 

Bruno Fernandes, estudante de TI, tem interesse em abrir uma startup de soluções digitais e conta estar animado quanto a isso. “Mesmo antes da instabilidade atual, o ramo da cibernética estava em ascensão e sempre foi o meu campo de interesse. Desde quando comecei a faculdade, em 2019, tenho vontade de abrir meu próprio CNPJ”, conta. 

Alex Rodrigues, CEO da Laveco, pensou nessa oportunidade depois de anos em outra carreira. Já foi professor em cursos de administração e RH, teve duas unidades próprias e 17 escolas licenciadas, formando mais de 13 mil alunos. Depois de dez anos nesse mercado, migrou para a gastronomia e foi responsável pela gestão de quatro restaurantes da família. “Por último, troquei o setor gastronômico pela indústria e me dedico integralmente ao Laveco (empresa pioneira na produção de pias portáteis). Cada segmento possui a sua particularidade e por isso digo: organização e planejamento são essenciais”, explica.

Um dos grandes obstáculos da atualidade foi causado pelo coronavírus. Para se ter uma ideia, segundo pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio/SP), seis em cada dez corporações viram o faturamento diminuir do início da pandemia até agora, 72% tiveram redução no volume de consumidores. De fato, diversas companhias diminuíram ou até encerraram a operação por conta da crise, mas enquanto alguns fecharam, outros observaram esse momento como uma oportunidade de alavancar seus resultados. 

Os números de fato podem preocupar, mas com o avanço do plano de vacinação, o calendário de shows e eventos, a reabertura do comércio e o aquecimento do turismo, há uma esperança. Aquela famosa frase “em meio ao caos, existe a esperança” fez toda a diferença para o empresário de Embu das Artes. Nesse período, Rodrigues enxergou a demanda do mercado, ajustou a linha de fabricação para atender novos públicos, qualificou os colaboradores e cresceu mais de 350% no primeiro ano com a Covid-19.

Então, o que fazer para aproveitar o momento e ter um negócio de sucesso? Alex, CEO do Laveco do Brasil, traz dicas interessantes, veja:

  1. Crie produtos ou serviços diferenciados

Para o especialista, mesmo o mercado sendo amplo, já estamos saturados de alguns produtos e ideias. Por isso, é ideal pensar e desenvolver serviços diferenciados, para agregar algo na vida das pessoas. Eles podem ser totalmente novos ou adaptados àquilo já existente. No caso do Laveco, a ideia foi exatamente essa: criar algo inédito para facilitar a higienização das mãos em meio à crise hídrica de SP em 2014. “Hoje, temos vários concorrentes os quais pegaram carona na nossa proposta, mas temos orgulho em termos criado esse modelo, realizamos a patente do produto”, explica o CEO.

  1. Conhecimento e capacitação

Ao empreender, é importante buscar conhecimento sobre seus concorrentes, o nicho de atuação e estar sempre de olho nas atitudes adotadas em outros países. “Aqui no Laveco, prezo por capacitar minha equipe com cursos, sempre trazendo novidades para eles e, consequentemente, para os meus clientes”, comenta Alex.

  1. Invista

Segundo o CEO, a maioria das pessoas não sabe como começar a investir, por isso é vital conhecer em quais áreas da sua entidade é necessário aplicar dinheiro primeiro. Todas são relevantes, mas aquelas voltadas para a captação de leads e capacitação de funcionários devem ter uma atenção especial.

  1. Mostre valor para o consumidor

Tenha um plano de negócio claro e eficaz. Conheça o seu produto, defina e reforce o seu propósito diariamente com o seu time. “Como apresentar minha empresa, e meu produto? Qual é o meu diferencial? Essas são perguntas imprescindíveis para você começar a pensar e se destacar no mercado. Ao achar a resposta delas você começará a identificar a sua proposta e pensar em novas estratégias para o seu negócio”, explica o empresário.

  1. Controle a ansiedade

Por último, “quando estamos em um desafio novo, é comum termos ansiedade, afinal, não sabemos de fato se irá dar certo ou não. Contudo, não podemos deixar isso tomar conta de nós. É preciso ser um líder, ousar, pensar grande sem medo, mas sem tirar os pés do chão”, conclui o CEO

Por isso, seja qual for seu objetivo, determinação, criatividade, foco, motivação e conhecimento são aspectos fundamentais. Siga as dicas e assuma a condução de sua jornada. O Nube acredita em seu potencial!

Como empreender em sua carreira?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe