Ter momentos de diversão, utilizar a tecnologia e redes sociais para estudar parece loucura. Muito pelo contrário! Atualmente, aplicativos e criadores de conteúdo para a Internet deixam o aprendizado mais produtivo, divertido e prático. Além disso, tirar um tempo de descanso é fundamental para renovar sua energia. Sendo assim, confira essas dicas para te ajudar nesse processo.

“Nem tanto ao mar nem tanto à terra”

Em época de vestibular ou durante a faculdade, é comum querer dedicar 100% do tempo às atividades. Entretanto, essa pode não ser a melhor estratégia para ter um bom desempenho. É muito difícil manter o rendimento constante e por um longo período, por isso, é crucial destinar momentos para o lazer.

Com o isolamento social, de fato, as interações sociais ficaram mais complicadas. Todavia, elas são necessárias, não só para os estudos, mas para a saúde como um todo. Conforme mostra uma pesquisa feita na Universidade de Calgary, no Canadá, e publicada no periódico Jama Pediatrics , um em cada quatro adolescentes está experimentando sintomas de depressão clinicamente elevados. O mesmo acontece com 20% deles, com ansiedade.

Nesse contexto, é crucial manter o contato com os colegas e professores, mesmo virtualmente. Trocar experiências, histórias, compartilhar ideias, planos e orientações funcionam, inclusive, como incentivo para ser mais eficiente, encontrar formas de encarar os desafios e alcançar os objetivos.

“O cérebro funciona como uma máquina. Se você forçá-la diariamente ao seu máximo, por um longo período, a probabilidade de diminuir a qualidade, comparada a sua entrega, é grande. Precisamos um pouco de cada atividade”, afirma a psicóloga Danielle Sinotti.

“O lazer e o autocuidado são válvulas de escape para o estresse, a ansiedade pré-prova e a pressão como um todo. Isso ajuda na renovação e ativação dos neurotransmissores, auxiliando no funcionamento do órgão”, completa. Sendo assim, lembre-se de reservar um espaço na agenda para assistir uma série ou um filme, jogar videogame, passear com o seu pet, cuidar de plantas, por exemplo.

A tecnologia como aliada

Antes da pandemia, a tecnologia, como um todo, já fazia parte do cotidiano. Entretanto, desde o início de 2020, ela passou a ser ainda mais presente, principalmente com o home office e o EAD.

Com isso, houve o aumento do consumo das redes sociais, relacionado não somente ao entretenimento, mas também à busca por informações. Diversos perfis, inclusive de profissionais da educação, voltados para produção de conteúdo, foram criados e se desenvolveram durante a crise sanitária.

Dessa forma, vídeos, animações virtuais, jogos e testes começaram a ser um meio de se aprofundar e consolidar o conhecimento. Para se ter uma ideia, conforme mostram estatísticas analisadas pela Squid, empresa especialista em marketing de influência, a taxa de engajamento dos influenciadores aumentou cerca de 24,2%. Já o alcance dos stories, em 27,3%.

Mesmo após o ensino médio, é interessante manter o contato com os assuntos, como uma forma de saciar a curiosidade e aprender sobre temas atuais. Sendo assim, separamos algumas indicações para você:

Biologia: Professor Paulo Jubilut
Física: Física Fabricio Scheffer
Geografia: Tudo é geografia
Gramática: Professor Noslen; Como escreve
História: Débora Aladim
Inglês: Gêmeas do inglês; Erika Belmonte; Tim explica
Matemática: Professor Sandro Curio
Química: Professor Paulo Valim

Aplicativos podem ajudar

Concomitante ao fato dos celulares serem um poço de distrações, eles também podem funcionar como a solução para se manter mais tempo focado. Atualmente, há uma infinidade de aplicativos, tanto para web, quanto para mobile, feitos para auxiliar na concentração e organização. São muitas opções, para os mais variados perfis, sendo diversos deles gratuitos, tanto parcial, quanto integralmente. Sendo assim, confira algumas indicações:

Pomodoro
Trello
Google Tarefas (iOS e Android)
Google Agenda (iOS e Android)
Flip - Tempo de foco para estudo (iOS e Android)
Forest: mantenha o foco (iOS e Android)
Flashcards: memorize qualquer coisa (para Android)
Quizlet: aprenda com cartões (para iOS)

Utilizar o Google Agenda tem funcionado para Isabela Dias, aluna do curso de Ciência da Computação, na Universidade Federal de Pelotas, em Pelotas, RS. “Lá eu consigo colocar todos os meus horários de aula. Além disso, me ajuda a conciliar a vida acadêmica com a profissional e lazer. Assim, sei quando estarei ocupada ou livre, também tenho uma visão geral sobre todos os prazos e demandas”, conta.

Acima de tudo, é preciso ter organização. “Seja anotando seu tempo disponível em um papel, planner, agenda ou aplicativos. Independentemente do material, o mais importante é dispor todas suas pendências em uma lista e distribuir pelo cronograma. Lembre-se de incluir as pausas para comer, alongar, dar uma volta pelo ambiente e, por fim, respeitar seus limites”, aponta Deborah Vieira, professora e doutoranda em comunicação e sociedade pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Juiz de Fora, MG.


Bônus: no Nube você encontra cursos gratuitos de administração de tempo, gestão de carreira, construção de currículo e muito mais! Além disso, também há o teste ortográfico, o qual te auxiliará a conquistar a vaga de estágio dos sonhos. Vale a pena conferir!

Você pode render muito mais nos estudos com essas dicas. Já usou alguma delas?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe