A pandemia nos trouxe desafios inéditos, tanto em nossa vida pessoal, quanto na profissional. Para nos adequarmos a ela, modificamos a maneira como nos vestimos, portamos e, também, como trabalhamos. Embora essas adaptações sejam eficazes contra o Covid-19, elas também apresentam seus próprios desafios e a ergonomia no home office é um deles.

Tudo tem seu lado positivo e negativo

Com a popularização dessa modalidade, passamos mais tempo sentados e na frente de computadores e smartphones quando comparado ao modelo presencial. Então, se não houver cuidado com nossa postura e ergonomia, a médio e longo prazo esses hábitos trarão prejuízos significativos.

Antes do isolamento, o deslocamento até o escritório já era um exercício físico, contando a caminhada até a estação ou as escadas do metrô. Todavia, ao estar 100% em casa, muitas pessoas acabaram se acomodando. Isso não pode acontecer: “não abra mão das atividades físicas para manter a mente e o corpo saudáveis. Uma caminhada, ou até mesmo uma ioga ou meditação podem ajudar na concentração e no foco”, analisa o sócio fundador da Lion Saúde e especialista em direito securitário para planos de saúde, Ricardo Oliveira.

Por isso, cuidar desses fatores durante a atuação remota é uma tarefa importante. De acordo com o professor de direito do trabalho, Ricardo Calcini, esse modelo de serviço segue as normas do home office, ou seja, “prestação de serviços realizada predominantemente fora das dependências da empresa com a utilização de ferramentas de tecnologia da informação e de comunicação”, explica.

Logo, o formato exige os mesmos direitos trabalhistas do presencial. Isso inclui a responsabilidade do empregador na manutenção da saúde de seus colaboradores. Além disso, doenças e agravos derivados de uma ergonomia inadequada podem se caracterizar como problemas ocupacionais ou até acidentes laborais.

Adapte-se!

Nesse sentido, a Sharecare, líder em inovação e digitalização da saúde, listou algumas das principais ações para esse propósito. Veja:

Estimule a organização
Uma das principais medidas é organizar o ambiente de ofício para adequá-lo às posições corretas. Os ângulos articulares dos joelhos, quadril e cotovelos devem ser aproximadamente de 90 graus, por exemplo.

Lembre o time de manter a postura
Ao adquirirmos o hábito de sentar corretamente, conseguimos corrigir nossa postura inconscientemente. Contudo, é necessário lembrar constantemente para atingirmos esse objetivo. Uma dica é colar um post-it no computador para sempre ser um ponto de atenção.

Inclua pausas na rotina
Mesmo em casa, é comum manter a jornada laboral similar à presencial ou até mais árdua. Isso significa passar horas na mesma posição caso não haja pausas. Fisiologicamente, isso pode causar uma sobrecarga muscular e articular, causando complicações. Por isso, é importante estabelecer um planejamento e incluir intervalos rápidos.

Preocupe-se com a iluminação
Essa ciência não envolve apenas o sistema musculoesquelético: a iluminação também faz parte da interface homem-computador e, portanto, está inclusa no conceito. A deterioração visual também pode ser considerada uma “doença ocupacional”. Dessa forma, mesmo a domicílio, é fundamental se preocupar com a luminosidade do espaço, principalmente em reuniões noturnas.

Indique apoios e móveis adequados
Atualmente, existem cadeiras, computadores, teclados e apoios cada vez mais adequados ao homem. Outra boa ideia por parte das companhias é fazer uma compra coletiva desses equipamentos, reduzindo seu custo e estimulando o uso.

Ademais, Oliveira lembra da importância do autoconhecimento. “Ele é fundamental para manter a mente saudável e fortalecer a inteligência emocional. Por exemplo, no momento no qual um pensamento negativo surgir, ele deve ser substituído por outro positivo”, finaliza. Aos poucos essas novas medidas farão parte da nossa rotina diária sem esforços. Portanto, conserve a esperança e a calma. Tudo ficará bem!

Acompanhe nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e temos opiniões de diferentes especialistas. Conte com o Nube!

Como você tem cuidado da ergonomia no seu home office?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe