Com o avanço do Coronavírus e o colapso no sistema de saúde em diversos estados do Brasil, novos decretos de lockdown foram publicados com o objetivo de restringir a circulação de pessoas e conter a doença. Em consequência disso, serviços não essenciais precisam adequar suas operações e as estratégias de contratação de novos colaboradores.

Empresas não devem suspender contratações

Para o consultor e especialista em carreiras no mercado financeiro, Ronaldo Cerqueira, essas restrições têm um impacto menor sobre os processos seletivos (PS) atualmente em comparação ao início da pandemia. “Em 2020, vimos o congelamento de muitos PS, mas a tendência não deve se repetir”, explica.

De acordo com ele, não há previsão de cancelamentos de contratações. “Intensifiquei o contato junto às companhias com vagas abertas, sobretudo as do mercado financeiro e não estimam-se essas suspensões. No entanto, pode ocorrer o adiamento das admissões, mas nada para desanimar”, analisa.

Então, a orientação do especialista para quem está com PS em andamento é entrar em contato com o selecionador e se informar se haverá alguma interferência no sistema. “Esse alinhamento é importante para garantir a transparência e dar visibilidade aos candidatos. A comunicação é essencial para todos se sentirem seguros em tempos de tantas incertezas”, complementa Cerqueira.

A tendência é aumentar o universo digital

Nesses tempos conhecidos como “novo normal”, temos visto na mídia diversas notícias de decisões de grandes marcas pelo home office definitivo ou a adoção de um modelo misto de trabalho. Isso é, algumas pessoas em casa e outras fisicamente no estabelecimento – tudo para cumprir os protocolos.

Algumas instituições perceberam ser possível efetuar um ofício a distância em quase todas as atividades empresariais, exceto as de produção e logística. Então, mesmo com a vacina, a tendência é permanecer dessa forma. Sendo assim, muitas entidades preferiram a seleção on-line e devem continuar com esse modelo no pós-pandemia.

Segundo o coach e mentor de liderança e carreira, Jorge Penillo, além de exigirem as hard skills - habilidades técnicas da atividade - e soft skills - aptidões comportamentais - agora as corporações estão pedindo uma nova habilidade: a digital. “Hoje as organizações estão mais interessadas em contratar profissionais com domínio em ferramentas digitais como plataformas de comunicação, por exemplo. Bem como saibam participar e gerir reuniões remotas, criar e editar vídeos, gravar reuniões com clientes e trabalhar o andamento das tarefas em plataformas de gestão de desempenho”, expõe.

As companhias estão com dificuldade de encontrar profissionais capacitados

Segundo a pesquisa global Capgemini Digital Transformations Institute, solicitada pelo LinkedIn, 60% das entidades têm dificuldades em encontrar trabalhadores com essas competências. Ainda, de acordo com o relatório, a busca por indivíduos com foco no cliente (65%), colaboração (64%), paixão por aprender (64%) e habilidade organizacional (61%), aumentou consideravelmente.

Logo, a exigência por conhecimentos dessa natureza começa já na aquisição de talentos. É comum, por exemplo, as vagas solicitarem um vídeo currículo do aspirante, um de apresentação profissional e a participação em dinâmicas digitais. Para o coach, até as perguntas feitas pelos entrevistadores mudaram e, agora, falam sobre autogestão, foco, procrastinação, trabalho sobre pressão, disponibilidade de horário, etc.

Portanto, as novas formas de buscar uma oportunidade virtualmente é o networking e as redes sociais. “Então, o conhecimento do mundo digital se tornou essencial para qualquer carreira e qualquer cargo. Caso contrário, o candidato fica preso em um passado analógico”, finaliza Penillo.

Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais, pois publicamos conteúdos diariamente e contamos com a participação de diferentes especialistas. Assim, você se destaca em meio ao mundo corporativo. Conte com o Nube!

Sua empresa continua contratando?

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe