Dormir bem é extremamente importante para a saúde no geral. Uma boa noite de sono pode reduzir o risco de desenvolver certas doenças crônicas, ajudar a manter o cérebro saudável e estimular o sistema imunológico. Existem algumas estratégias para conseguir esse feito, fique por dentro!

Deixar de recarregar a bateria adequadamente pode causar consequências não apenas na saúde, mas também no rendimento no trabalho ou estágio. Afinal, a sonolência gera falta de foco e fadiga elevada, levando a uma diminuição no ritmo de produtividade, impactando os resultados profissionais.

Por isso, é preciso buscar técnicas de meditação, exercícios de respiração, mudança de luz ou até mesmo uma posição para dormir a qual leve ao repouso profundo. Afinal, quando descansamos bem, produzimos GH, leptina e insulina, hormônios sadios para o corpo. “O essencial é se desligar dos eletrônicos cada vez mais cedo, saber fechar os olhos e respirar fundo, para esvaziar a mente e corpo”, recomenda a psicóloga Gabriela Teixeira, de Goiânia (GO).

Dicas

“Alguns alimentos e bebidas têm propriedades capazes de promover um descanso saudável. Optar por ingredientes com altas quantidades de antioxidantes e nutrientes como triptofano, magnésio e vitaminas do complexo B podem ajudar você a ter um sono de melhor qualidade”, explica a nutricionista do Comitê Umami, Marília Zagato.

Para não precisar contar carneirinhos e cair no sossego mais rápido, a especialista separou algumas dicas para ajudar na hora do relaxamento diário. Confira:

Respeite o horário

Uma atitude importante é considerar o horário da última refeição. O ideal é realizá-la de duas a três horas antes de dormir. Deitar logo depois de comer pode causar problemas digestivos, como refluxo. “No jantar, escolha opções mais leves como caldos, sopas, saladas, vegetais e proteínas com baixa quantidade de gorduras e grãos integrais. Uma ceia sobrecarregada pode causar desconforto e impedir o relaxamento. Caso queira se alimentar perto da hora de deitar, opte por lanchinhos leves, como um copo de leite”, indica a nutricionista.

De olho na cafeína

Não é novidade: a cafeína pode atrapalhar a hora de fechar os olhos. Contudo, além das fontes óbvias, como chocolate, café preto e refrigerante, outros pontos precisam de atenção. “Medicamentos, como analgésicos e diuréticos, podem conter a substância. Para tirar a dúvida, vale olhar o rótulo ou a bula e checar se o remédio pode interferir no adormecimento ou até mesmo causar insônia e conversar com o médico o qual o prescreveu. Atente-se à cafeína escondida, a falta de repouso pode prejudicar a memória e a concentração e contribuir para o ganho de peso de forma inadequada”, alerta a especialista.

Escolhendo os alimentos

Uma dieta equilibrada é capaz de oferecer um descanso mais reparador. Adicionar folhas verdes, como espinafre e couve, ao jantar pode ser uma grande vantagem, pois são ricas em magnésio e potássio. Ambos nutrientes contribuem com o dormitar. Outra alternativa leve e saudável são os cogumelos; eles possuem altos níveis de vitamina D e selênio, essenciais para o corpo.

Consumir peixes, como salmão e atum, garante vitamina D, ácidos graxos ômega-3, e proteína. Esse grupo possui propriedades as quais podem melhorar a qualidade do descanso. “Todos os alimentos citados conferem o gosto umami, um poderoso aliado na aceitação alimentar de, principalmente, crianças e idosos, além de auxiliar na manutenção da higiene bucal porque promove a salivação”, explica Marília.

Consumo de álcool

O álcool pode ajudar a adormecer mais rápido, no entanto a bebida também deixa a noite mais agitada, fazendo a pessoa acordar com frequência e até mesmo causando dores de cabeça no dia seguinte. “O ideal é ingerir um copo de água para cada copo de conteúdo alcoólico e não exagerar. Assim, os efeitos serão diluídos. Para quem quer ter realmente uma boa noite de sono, é melhor evitar o consumo de quatro a seis horas antes de deitar”, finaliza.

Como você cuida do seu descanso? 

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe