Tempos incertos são desafiadores para qualquer travessia, principalmente porque a maioria busca a única coisa não obtida em períodos difíceis: a certeza! De acordo com a escritora e especialista em produtividade, Tathiane Deândhela, agora é a hora de colocar em prática coisas simples e confiáveis feitas por nós, mesmo se estiverem em segundo plano.

Os 5 C’s

Para ela, há uma série de características capazes de auxiliar na obtenção de bons resultados em 2021. “Eu chamo de “5 C’s” as qualidades humanas únicas responsáveis por compor não apenas o melhor conjunto de ferramentas para enfrentar a incerteza, mas também o arsenal necessário para superar tempos difíceis e prosperar: Comunicação, Cooperação, Compromisso, Criatividade e Compaixão”, explica Deândhela.

Não deixe a mente te sabotar

Segundo a especialista, antes de mais nada, é crucial deixar de lado o cérebro sabotador, aquele ocupando a mente com barreiras, obstáculos e empecilhos capazes de dificultar a experiência de tentar algo novo. “Eu sugiro começar pelos três primeiros citados anteriormente, pois são fundamentais”, orienta.

Para ela, esses termos permitem ao profissional desacelerar, ter uma pausa para processar os acontecimentos e compartilhar a responsabilidade da liderança e da tomada de decisões. “Isso permite à equipe de colaboradores ver os objetivos com mais clareza”, diz Deândhela.

Estimule o compartilhamento de pensamentos

Deândhela explica como é fundamental sempre incentivar o compartilhamento de ideias entre o time, pois, além de fortalecer a relação e a integração entre todos, promove a socialização, melhora o diálogo e estimula as competências de todos.

Consequentemente, isso torna o ambiente de trabalho mais leve, agradável e motivador. “Além de apenas esclarecimentos e cooperação, repartir as demandas também é o melhor caminho a seguir, porque muitas vezes isso exige uma solução combinada, ou seja, dedicação de todos”.

Para a estagiária de TI, Fernanda Lima, de São José dos Campos, uma conversa clara com os supervisores é fundamental para a obtenção de bons resultados. “Já estagiei em um lugar sem nenhum tipo de diretriz clara e isso faz muita diferença quando vamos medir os esforços de todos”, compartilha.

Nesse sentido, a estudante valoriza sua experiência profissional atual. “É muito bom atuar onde há planos claros sobre o desempenho de cada colaborador. Tenho até as metas individuais para bater e isso me motiva”, conta.

Desafios em tempos incertos

De acordo com a especialista, os três conceitos iniciais não são apenas vitais para atravessar tempos difíceis, mas constroem uma maleabilidade organizacional responsável por preparar melhor os negócios para continuar se adaptando a qualquer fase. “Após a aderência primária, o próximo “C” é o da criatividade”, expõe.

A ordem é essa porque, em tempos incertos, “as pessoas descobrem como inovar e criar novas fontes de valor, reinventando e respondendo às mudanças de forma inédita e incorporando essa cultura como uma norma, não apenas como uma solução rápida e momentânea”, afirma Deândhela.

Compaixão e diversidade andam juntas

Por fim, como todas as companhias são compostas de pessoas lutando de formas diferentes em períodos de instabilidade, é preciso nutrir o último “C”, da compaixão. Para ela, a verdadeira solução “fora da caixa” vem da diversidade das pessoas com uma gama de pensamentos e experiências únicas.

A compaixão chega para permitir a implementação dos outros quatro conceitos. “A liderança necessita compreender esse processo e criar um ambiente para explorar essa fonte de energia. Uma coisa é certa: as coisas boas esperam do outro lado”, finaliza a especialista Deândhela.

Você sabe como se preparar para um cargo de gestão?

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe