O tema “diversidade” vai muito além da definição exposta em um dicionário. Definir, tão somente, a palavra como “a qualidade sobre algo diverso, diferente ou variado” é tão raso quanto uma poça d’água. Quando falamos sobre esse assunto, é preciso, antes de mais nada, entender porque ela faz toda a diferença e porque é tão essencial no mundo corporativo.

Diferentes pontos de vista

De acordo com Ana Alice Limongi, diretora de desenvolvimento humano e organizacional da Neobpo, essa terminologia implica na capacidade de ouvir outros pontos de vista sobre os mais variados assuntos. “É ter a sensibilidade para assumir o olhar do outro perante uma situação”, expõe.

No cenário empresarial

No ambiente organizacional, respeitar essa questão torna as equipes mais eficientes. “Seja por mitigarmos erros ou porque identificamos algo despercebido pelas outras pessoas, ampliando, assim, nossa visão de mundo. Isso nos ajuda em momentos cruciais de tomada de decisão”, alerta a especialista.

Lucas Pinto, estudante de marketing, em Santos, conta como estar inserido em uma realidade mais plural amplia seus horizontes, tanto pessoais, quanto profissionais. “Principalmente por trabalhar com criatividade, ter contato com outros mundos faz uma diferença muito grande”, compartilha.

Ainda de acordo com o universitário, companhias abertas a esse tópico, inclusive, são as mais interessantes para ele. “Também é uma questão de responsabilidade social. Pessoalmente, tenho até evitado empresas omissas a esse assunto, pois acredito no papel das lideranças em incorporar variedade dentro dos empreendimentos”, diz.

Uma visão apenas pode ser limitante

Quando somos “uniformes” - no sentido de sermos “únicos” -, só possuímos um ponto de vista, algo limitante e prejudicial. “Tratar de pluralidade é essencial para termos a capacidade de tratar de questões mais amplas, as quais vão muito além de gênero, orientação sexual ou etnia”, comenta.

Falar de diversidade é tratar de todos os elementos responsáveis por compor times bem estruturados. “Se você quer fortalecer a estrutura, a imagem e o funcionamento do seu business, é preciso entender como um negócio é, antes de mais nada, formado por seres humanos”, continua Ana Alice.

Buscando ideias diferentes

É preciso ter, segundo a diretora, mesmo minimamente, alguma variedade na composição das staffs, porque só com isso podemos evoluir. “Apenas ouvindo uns aos outros e buscando as ideias de outro “diferente”, podemos formar uma opinião. Permitir e estimular isso requer sabedoria em respeitar as divergências”.

É essencial respeitar a unicidade do outro, afinal, cada indivíduo, em suas condições físicas, corporais e de pensamento, é único. “Precisamos, no entanto, ser criativos e não tratar o assunto apenas na esfera do gênero e da orientação sexual ou identidade de gênero”, comenta.

Discussões são essenciais

É vital falar abertamente e sem medo das “pessoas com deficiências físicas em suas muletas e cadeiras de rodas, dos autistas, dos cegos com seus bastões, dos surdos e dos mudos. Também não esquecer dos transexuais e dos gays, das pessoas pretas e dos indígenas, de quem professa religiões e crenças consideradas incomuns por aqui”, continua a especialista.

Ainda para ela, é essencial falar da multiplicidade de pensamento para além das bandeiras já erguidas. “Existem questões urgentes a serem tratadas, tais como os revanchismos por classe social e por renda, as quais, infelizmente, são comuns nos ambientes corporativos”, complementa.

É equivocado não perceber como as pessoas não são tratadas de forma diferenciada por isso. “Por que essa não é considerada uma forma de preconceito? Indo mais além, por que um diretor é mais respeitado em relação a alguém da base em uma reunião de trabalho ou na resolução de um problema? Isso também é um julgamento prévio”, alerta.

92% dos brasileiros se importam com a diversidade no trabalho. Como está esse quesito em sua equipe?

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe