O ano de 2020 foi, sem dúvida, um dos mais incomuns das últimas décadas. A chegada da pandemia, provocada pelo novo coronavírus, modificou diversos hábitos, antecipando tendências as quais não deveriam desembarcar no Brasil em um curto período.

Nossas relações de trabalho, por exemplo, mudaram de forma rápida e brusca. O tradicional modelo presencial deu lugar às atividades remotas, no formato home office. Segundo especialistas, o formato deve permanecer mesmo quando tudo retornar ao normal.

Mariana Soares, estagiária de publicidade e propaganda, atua em casa desde março de 2020 e se adaptou à nova rotina. “Eu não abro mão de ter períodos para cuidar da minha saúde mental. Na hora do almoço, aproveito para ver o episódio de alguma série ou continuar uma leitura leve para abstrair um pouco. Desse jeito, na hora de voltar consigo ter mais energia”, afirma.

Soluções em nuvem

Para Paulo Chabbouh, CEO da L5 Networks, localizada em Santo André (SP), pioneira em desenvolvimento em soluções cloud, a possibilidade de operações remotas foi benéfica para o setor corporativo, trazendo avanços, segurança aos funcionários e reduzindo custos.

“A crise obrigou muitas empresas a atuarem dessa forma para preservar a saúde dos colaboradores. Infelizmente, diante de uma situação limitante, elas passaram a enxergar a importância de se ter uma estrutura completa de home office, tanto em termos de gestão quanto de operação. Algumas, aliás, se adaptaram e pretendem operar assim, mesmo no pós-pandemia”, explica.

Segundo pesquisa realizada no primeiro semestre de 2020 pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), o trabalho remoto deve crescer 30% após a pandemia. Intitulado Tendências de Marketing e Tecnologia 2020: Humanidade Redefinida e Novos Negócios, o estudo, elaborado com base na atuação de cem companhias, constatou a intenção da continuidade do home office, fortalecendo uma tendência crescente no Brasil e no mundo.

Com as mudanças, parte das corporações já iniciou um processo de reestruturação, com o objetivo de readequar os escritórios para um número menor de funcionários e para garantir o cumprimento do distanciamento social. Além disso, as instituições estão se adaptando para utilizar os espaços em uma espécie de coworking.

“Nossa estrutura também mudou bastante, reformulamos toda nossa sede e a ideia após a vacina é os trabalhadores virem ao escritório apenas quando quiserem, mantendo o home office e estando no local para demandas específicas. Realizamos mudanças estruturais necessárias diante da nova realidade e temos agora praticamente um coworking próprio. A expectativa é, gradativamente, cada empresa concluir qual o melhor formato de labor. Com as soluções em nuvem, realmente é possível executar as atividades profissionais de qualquer lugar”, conclui Chabbouh.

Dicas para as organizações

É recomendado manter um manual multidisciplinar para contemplar as premissas e condições básicas da modalidade emergencial e também para um formato futuro mais estruturado. Como temas prioritários, do ponto de vista da concepção desses espaços nos lares, ela sugere um programa de conscientização para os próprios empregados poderem aderir a rotinas de cuidados com a saúde e o bem-estar

Podem-se incluir lembretes de pausas necessárias para hidratação e descompressão, bem como agendamentos de intervalos para exercícios laborais de alongamento e ergonomia. Há também alternativas de desativação do sistema digital da companhia após um tempo máximo de expediente permitido por turno, entre outros mecanismos integrados à plataforma virtual de gestão.

Como tem sido o home office para você?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe