O uso dos canais digitais aumentou a velocidade e a precisão das informações dentro e fora das organizações, principalmente nesse contexto de pandemia. Funcionários trabalhando em casa, a exigência de respostas rápidas e o desafio da gestão remota são algumas das mudanças encontradas pela a área de comunicação nesse novo cenário. Diante disso, o uso das redes sociais corporativas cresceu gradativamente e caiu no gosto dos líderes do futuro para engajar e aproximar suas equipes. 

Tendência crescente

Segundo Daniel Costa, CMO & Customer Success do Grupo BWG, uma empresa de tecnologia com foco em soluções para o RH, esses sistemas ganharam força em grandes empresas há mais ou menos quatro anos, quando o Digital Workplace virou uma febre entre as multinacionais. “São espaços democráticos os quais conectam as pessoas de forma rápida e fácil. Além disso, são uma ótima opção para quem quer dar voz aos times”, comenta Costa. 

Recentemente o Grupo BWG lançou uma pesquisa para entender como as corporações estavam se noticiando nesse cenário de distanciamento e um dos pontos de destaque foi: as instituições com até 500 colaboradores (46,2%) acabam investindo mais em ferramentas as quais auxiliam na interlocução remota. Entre as plataformas mais utilizadas apareceram nomes como Microsoft (Yammer + Teams), Workplace, soluções desenvolvidas dentro da própria companhia, 4bee work plus e Slack

Papel do líder

O estudo abordou empresas de diversos portes e segmentos, entre elas, Heineken, Zema, SCGAS, Toyota e Cacau Show. Dentre elas, 40% dos respondentes disseram estar satisfeitos com o efeito e os resultados gerados pelos recursos em seus negócios. 

Entretanto, ao mesmo tempo, grande parte dos respondentes (89,3%) disseram: ter a liderança envolvida nesses canais é um ponto primordial para aumentar o engajamento. “Apesar da tecnologia ser atrativa e facilitar a jornada de emissão de mensagens como um todo, é um caminho para ouvir o colaborador e fomentar conversas as quais podem impactar na operação, por isso, o papel do líder é fundamental nesse ambiente”, explica Costa.

TJ Larkin, um especialista mundial em segurança de comunicação, afirma: os funcionários costumam se lembrar nove vezes mais das informações recebidas  do chefe, se comparadas às informações ouvidas por meio de outras pessoas ou canais (mesmo canais formais). “Isso mostra: as redes sociais corporativas devem ser as grandes aliadas dos líderes não só nos tempos de caos, como agora na pandemia, mas também no dia a dia”, afirma Costa. 

Momento de reflexão

O executivo ressalta ainda: nesse momento de afastamento as corporações precisaram repensar sua comunicabilidade e os instrumentos se mostraram primordiais para um diálogo efetivo. “Se você tem todo o potencial de uma dessas ferramentas e trata apenas como ‘mais um canal de conversação interno’ é preciso repensar a estratégia e ajustá-la. Investir em meiosos quais coloquem os times no centro do processo garante mais proximidade e engajamento”, comenta. 

De acordo com a pesquisa do Grupo BWG, para 33% das pessoas, essas plataformas se tornaram um meio interior mais assertivo. Além disso, 28% crêem: os sistemas estão ganhando ainda mais relevância em todo processo. Isso mostra: a importância delas nesse novo cenário. Ainda segundo o estudo, mais de 90% dos respondentes disseram: os sistemas facilitaram a informação e os fluxos de trabalho durante a pandemia e, para 46%, melhorou a interlocução entre o time. 

“O diálogo entre áreas é um dos grandes problemas o qual costumamos levantar nos diagnósticos das companhias e a tecnologia pode ser um potencializador para conectar as áreas. A ideia é usar esses canais para a atração e integração do time, fazendo isso de forma contínua e integrada. O ideal é as empresas usarem plataformas as quais acolham suas ideias, impulsionem suas campanhas e traga o verdadeiro ROI de comunicação. Esse é um caminho forte e eficaz”, afirma Costa. 

Sua organização usa esse tipo de recurso?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe