Em momentos de crise, se torna ainda mais necessário escolher a pessoa certa para liderar seus times. Cada empresa tem uma dinâmica, mas, acredite, existem alguns parâmetros os quais podem ajudar todas a chegar mais perto do perfil desejado. Assim, vale conferir algumas dicas para escolher o líder certo para seu time.

Marcelo Arone, headhunter e especialista em recolocação executiva, é taxativo: a pandemia mostrou quem é um dirigente de verdade. “Não adianta mais apostar em uma postura centralizadora, imatura, a qual manda e não sabe fazer”, explica ele. O especialista ainda reforça: “o gerente certo, a partir de agora, é um executor/inspirador. Ou seja, é ele quem vai levar a empresa a um outro patamar”.

Arone elenca 5 passos para uma escolha e contratação de líderes de maneira mais assertiva. Veja:

Passo #1

O líder do futuro é descentralizador, sabe delegar e observar as qualidades do seu time, para direcionar de forma certa. Então, o primeiro passo para contratar o melhor gestor para suas equipes é escolher alguém capaz de trabalhar com elas. 

“Não adianta ter um PhD na direção das ações da sua empresa se ele não tem habilidade para trabalhar com outras pessoas”, afirma o especialista. Na visão dele, a pandemia veio mostrar, entre outras coisas: precisamos uns dos outros e, por isso, o chefe precisa ser agregador.

Passo #2

O guia do futuro sabe “ler” as pessoas. Precisa ter inteligência emocional e empatia. “Deve conhecer e reconhecer os limites e as qualidades da equipe dele, saber como extrair o melhor do grupo”, explica Arone. Por isso, é necessário ser bom não apenas no serviço, produto e mercado de atuação, mas também com os profissionais com os quais vai lidar.

Passo #3

Outra característica forte do novo coordenador é ser um exemplo, não apenas na área dele, mas também uma referência para outros setores com os quais ele se relacione. “Ele é o detentor da cultura da empresa. Todos os colaboradores precisam, obviamente, ter uma relação com isso, mas o diretor é o representante e é ele quem contamina tanto para o bem quanto para o mal os seus times”, reforça Marcelo.

Passo #4

“O novo líder deverá ser ágil, atualizado, conectado com as tendências do negócio em si, do mercado, da cultura da empresa onde atua. Será um executor e vai levar seus times com ele”, lembra o especialista. Ou seja, é preciso estudar, avaliar e buscar soluções de forma rápida e conectada com o futuro.

Passo #5

Outro passo importante, na opinião de Marcelo, para escolher o dirigente, é observar se ele deixou um legado ou foi reconhecido por onde passou. “Para cada processo de seleção de um gerente, as empresas precisam fazer uma pesquisa de referências, para entender o legado e a história construída pela pessoa. Notar se teve ciclos sólidos na carreira dele, ou se teve passagens mais superficiais em outras companhias”, enfatiza.

Arone lembra: é interessante observar se a pessoa já reverteu cenários adversos. Se, em situações complexas, se sobressaiu: “a pandemia ajudou muito nesse processo. O bom gestor passa por altos e baixos. Nesse caminho, ele se forma e constrói sua carreira. Para o especialista, uma coisa é certa: mesmo seguindo com foco na produtividade e no resultado, o novo líder precisa ser cada vez mais humano.

Como você procura um gerente para a sua corporação?

Mais dicas

Quer ver mais dicas como essa? Então, continue acompanhando as atualizações aqui do blog! Diariamente publicamos novos conteúdos sobre carreira, mundo corporativo, mercado de trabalho, educação, estágio, aprendizagem e muito mais! Também recomendamos exposições, concursos e cursos para você participar. Nosso objetivo é ajudar você a crescer pessoal e profissionalmente. Conte com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe