O universo empresarial foi diretamente impactado pela pandemia do coronavírus. Muitas corporações viram seu desempenho econômico diminuir ou até mesmo ficar zerado e isso foi refletido na oferta de vagas, tanto de emprego, quanto de estágio e aprendizagem. Entretanto, os cenários já se mostram mais positivos e as contratações são, de maneira otimista, retomadas. Veja mais!

Quem enfrentou o desafio

Flavia Tavares, estudante de gestão de recursos humanos, sentiu o impacto nas vagas de seu interesse no começo da crise: “percebi uma queda brusca e, na minha visão, as empresas estavam muito apavoradas, sem saber como seria dali para frente, então acho compreensível a precaução”, comenta.

Entretanto, os tempos já estão melhores. “Estou vendo mais chances e isso é um bom sinal”, compartilha a universitária. Ela está participando de alguns processos seletivos remotamente. “Esse formato é meio diferente do convencional, mas dá para se adaptar”, conclui.

Taxa de desocupação dos jovens

De acordo com Alexey Carvalho, diretor da Anhanguera de Osasco, depois de resultados positivos em 2019, o cenário de quando começou a quarentena foi um tanto quanto chocante. “Analisando os indivíduos entre 18 e 24 anos, a taxa de desocupação chegou a 27,1% no primeiro trimestre do ano, resultado atribuído, dentre outros fatores, à falta de experiência entre esse grupo. Além dessa barreira, eles ainda concorrem com a grande massa de desempregados”, comenta.

Conseguir um emprego: falta de experiências pode prejudicar a procura

Portanto, os jovens em busca de oportunidades para ingressar no mercado podem enfrentar inúmeras dificuldades e passar por um verdadeiro martírio para chegar ao primeiro emprego. “Nesse ínterim, o estágio pode ser uma valiosa alternativa para agregar conhecimento, experiência e desenvolver as habilidades necessárias do futuro profissional, de modo a construir sua empregabilidade, para a conquista de um posto de efetivo”, continua o diretor.

Para quem serve?

A modalidade é regida pela lei 11.788 de 2008. Esse dispositivo, por sua vez, estabelece como requisito fundamental para estagiar, a obrigatoriedade de estar regularmente matriculado no ensino médio, técnico ou superior, incluindo-se neste último, a pós-graduação, além do EJA (Educação de Jovens e Adultos). “Se por um lado, a modalidade não gera vínculo empregatício e, por isso, não confere os direitos trabalhistas, por outro, o indivíduo deverá cumprir uma jornada semanal máxima de 30 horas e 6 horas diárias. Além disso, é amparado por um seguro contra acidentes pessoais, bolsa-auxílio, auxílio transporte e recesso remunerado”, explica Carvalho.

O pagamento médio para estudantes no Brasil, considerando a Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio do Nube, é de R$ 1.095,89 ao mês para o nível superior e de R$ 632,38 para nível médio. “Se compararmos o recebimento em horas, um estagiário de nível superior chega a receber 68% a mais em relação ao salário mínimo e sem encargos”, comenta o diretor.

Vagas vão reabrir

Apesar da pandemia ter frustrado as expectativas para o mercado no primeiro semestre, observa-se como algumas vagas previstas foram represadas, mas muitas devem ser ofertadas ainda em 2020. “Com as mudanças ocorridas nesse período, áreas ligadas à tecnologia e à saúde devem sair na frente, juntamente com ocupações administrativas exercidas em home office”, complementa.

Portanto, segundo o especialista, é possível notar como o estágio é uma boa alternativa para ingressar no universo empresarial. “A retomada da economia brasileira deverá ser gradativa, mas quem estiver mais preparado poderá aproveitar as melhores colocações e estagiar pode ser a porta de entrada”, conclui.

Você está preparado para o futuro do mercado de trabalho? 

Feira de Estágios Nube

Você já se inscreveu para a Feira de Estágios do Nube? O evento será de 26 a 28 de outubro e contará com grandes empresas, instituições de ensino e palestrantes, todos unidos para oferecer uma vivência única para sua carreira. Você também poderá enviar seu currículo para as companhias de seu interesse, participar dos painéis ao vivo e palestras gravadas e aproveitar vários serviços exclusivos. Tudo isso de maneira gratuita e on-line. Além disso, serão oferecidos certificados de participação. Eles servem para suas horas complementares. Inscreva-se já: www.nube.com.br/feira-de-estagios-2020.

 

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe