Sempre foi destacada, no contexto corporativo, a importância da jornada acadêmica e o aprimoramento de conhecimentos técnicos ou teóricos para a sua área de atuação. Entretanto, nos últimos tempos e, principalmente por conta de crises como a vivida atualmente, outras habilidades também ganharam protagonismo: aquelas relacionadas aos nossos comportamentos e atitudes.

Tradição não garantirá, sozinha, bons resultados

Para Carlos Baptista, especialista em transformação digital, sempre fomos instruídos a frequentar a escola, fazer graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado, etc. “Logo no ensino médio, o estudante já deve escolher a profissão a qual o acompanhará pelo resto da vida e acabará se especializando dentro dessa área. Por exemplo, ao abraçar o curso de direito, ele assume se tornar um advogado em sua trajetória. Porém, no "novo normal", o que realmente fará a diferença para ser bem-sucedido na carreira?”, pondera.

Profissões do futuro

Segundo um estudo realizado pela consultoria PwC sobre as profissões comuns em 2030, é esperada a extinção de ao menos ⅓ das ocupações existentes atualmente, as quais serão substituídas por robótica e inteligência artificial. “Em contrapartida, novas colocações são criadas e ainda não existe pessoal para assumir os postos”, expõe.

Como podemos nos adaptar a essa volatilidade?

Diversas correntes consideram como, para garantir o futuro da carreira, será necessário desenvolver habilidades além das habituais. “Após a pandemia, essas aptidões serão o grande diferencial para vislumbrar um amanhã com maior estabilidade. Vivemos o mundo digital há algum tempo e a quarentena acelerou esse processo. Se no chamado mundo Vuca (volátil, incerto, complexo e ambíguo) essas características já eram importantes, no "Vuca 2.0", serão indispensáveis”, defende Baptista.

Se adaptar é crucial

Nesse cenário, “será praticamente impossível imaginar uma ocupação tradicional, como por exemplo a medicina, sem ter aprimorado questões como empatia, criatividade, flexibilidade ou até mesmo outros conhecimentos técnicos fora da sua área de aprendizado original. O indivíduo pode ter escolhido originalmente um ramo como doutor ou advogado e conhecer também, por exemplo, de inovação e tecnologia, bem como as soft skills”, compartilha o especialista.

Quem se atenta a isso

Gabriela Morais, analista de marketing em São José dos Campos, sabe da necessidade de estar em constante adaptação para se manter relevante, principalmente após instabilidades como as causadas pelo coronavírus. “O mundo será muito diferente daqui para frente e não posso esperar sentada assistindo tudo acontecer enquanto oportunidades são perdidas”, comenta.

Por isso, ela conta investir em capacitações e treinamentos voltados para seu nicho, conectados principalmente com as mídias digitais. “A tecnologia é parte fundamental da minha área. Se eu não estou antenada com as tendências, vou ficar estagnada”, compartilha.

Portanto, se tornará imprescindível utilizar todo e qualquer tipo de conhecimento para poder enfrentar situações de adversidades, como a vivida atualmente. “A busca por isso vai diferenciar quem vai se destacar e potencializar no novo mercado e o tipo de habilidade necessária será totalmente mutável de acordo com a circunstância e com o ecossistema do sujeito em questão”, aponta.

Onde obter esses recursos?

De acordo com o especialista, esse tipo de aprendizado pode ser acessado em plataformas de nano-learning ou por meio de palestras, eventos, artigos e livros. “Uma coisa ficou mais clara: o método tradicional de ensino vivenciado por tantas gerações ainda é essencial, mas já não é suficiente. Para poder se diferenciar no universo empresarial do futuro, será primordial ser o protagonista do seu aprendizado. Agindo dessa forma, o seu caminho será mais leve e as adversidades serão superadas com maior sabedoria e flexibilidade”, conclui.

Entenda mais sobre a relevância das sofk skills - habilidades comportamentais! Está preparado para o novo normal?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe