O debate envolvendo o retorno dos alunos às instituições de ensino ainda não possui um desfecho. Segundo o estudo da plataforma de ensino on-line, Explicaê, 64,4% dos estudantes vem cumprindo as regras de isolamento e saindo de casa apenas para o necessário. Do total de jovens ouvidos, 70% teve um impacto negativo no rendimento e com um percentual um pouco menor, 60% sentiu alterações no padrão de sono, impactando diretamente na preparação para de provas e vestibulares.

Para Bruno Oliveira, fundador do Explicaê, o importante é incentivar os escolares a priorizarem sua saúde mental: “a realidade realmente mudou para muita gente, resultando em alterações significativas no dia a dia. Porém, também percebemos como os discentes estão mais conscientes das suas dificuldades emocionais. Essa noção é um bom caminho para conseguir se adaptar. Como solução, você pode aprender a lidar melhor com seu tempo de estudo e criar estratégias para melhorar o seu rendimento”, afirma.

Professores, tecnologia e metodologia

Ainda de acordo com o levantamento, 55% alega ter sofrido alterações na relação com os professores, especialmente, no momento de esclarecer dúvidas de exercícios. Para Richard Vasconcelos, CEO da LEO Learning Brasil, é importante agregar os recursos tecnológicos com mudanças na metodologia adotada: “é hora de pensar não só na utilização de ferramentas capazes de criar uma aproximação e colaboração entre educandos e mestres. Porém, também incluir na grade curricular o desenvolvimento de soft skills, como a criatividade, o raciocínio crítico e a inteligência emocional, além de trazer conteúdos práticos demandados pelo mercado.”

Ambiente de estudo

No entanto, um aspecto positivo apontado pelos jovens na pesquisa está ligado a ambientação do local de aprendizado. Para a maioria, 86,5%, é viável contar com um espaço em casa para estudar. Segundo, Mario Perino, cofundador da Provi, é imprescindível criar uma rotina e um espaço adequado. “Faça um cronograma em momentos sem distrações, para conseguir se dedicar apenas a isso. Procurar um local específico para essa atividade também é importante. O ideal é ter boa iluminação, silêncio e tranquilidade. Deixe no local apenas o material e um copo de água”, sugere.

Motivação

Outro tópico levantado pelos entrevistados foi a mudança na motivação para estudar. 30%, sentiu impactos nesse quesito. Com o objetivo de auxiliá-los, Perino indica algumas orientações: “todo mundo tem algum tipo de assunto com mais facilidade. Invista o tempo para se dedicar às matérias as quais considera mais difíceis. Comece por elas, não deixe para depois. Procure conteúdos, faça mais exercícios e assista vídeo aulas complementares. Ou seja, estabeleça prioridades, mas não negligencie as demais.”

Além disso, faça proveito das tecnológicas do EAD: “muitas escolas já possuem chats, fóruns, mentorias entre outros recursos para você não ficar desamparado caso surjam dúvidas. Existem também muitas comunidades na Internet para procurar ajuda. Não hesite em perguntar”, destaca o gestor.

Evite distrações

No entanto, Perino alerta para as distrações e o risco da perda de produtividade na modalidade. É importante manter o foco e evitar “ciladas”, como ficar nas redes sociais durante as aulas. “Concentre-se apenas nos conteúdos e exercícios relativos ao tema estudado. Evite conversas paralelas se tiverem mais pessoas na casa. Com foco, você otimiza seu tempo e assimila melhor as informações”, aconselha.

Qual tem sido seu desafio no aprendizado em casa? Para lidar melhor com essa realidade, acompanhe as matérias e conteúdos do Nube para mais dicas e orientações. Leia também: “aprendizagem digital é fundamental no contexto atual.”

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe