Não se tem ainda uma noção de quando a pandemia do coronavírus vai terminar. Contudo, já é possível afirmar: o crescimento do home office será um dos principais legados para as empresas de todos portes e segmentos do Brasil. Gestores os quais até então nunca haviam se identificado com o modelo viram-se obrigados a instalá-lo e, acima de tudo, fazê-lo funcionar.

Manuele Peglow, gestora de marketing da Vendrame Consultores, fez uma análise geral do mercado e listou abaixo outras sete mudanças significativas e capazes de alterar para sempre a forma de se trabalhar. Veja:

 1 - Relacionamento com o cliente

Além das ferramentas on-line para facilitar, aproximar e diminuir custos, as companhias precisaram conhecer ainda mais seus clientes e encontrar novas formas de valorizá-los remotamente, buscando nutrir as relações ao invés de só contatá-los por qualquer necessidade.

 2 - Capital humano

Se há anos os profissionais de recursos humanos trabalhavam para a valorização dos colaboradores dentro das organizações, agora, mais ainda, essa área precisou rever processos e condutas para contribuir com as expectativas tanto do negócio, quanto dos profissionais.

3 - Planejamento Estratégico

Corporações as quais nunca pensaram em planejamento estratégico enxergaram a necessidade de se familiarizar com o assunto. Mesmo sendo parte inicial e fundamental para qualquer empreendimento, culturalmente no Brasil, devido à quantidade de negócios familiares e pequenos, não há tanto conhecimento sobre o assunto e sua aplicação.

 4 - Avaliação 360º

Este momento exige uma reavaliação completa de todo o estabelecimento. Isso se aplica não somente para os micros e pequenos, mas também para as grandes organizações. Não só para profissionais operacionais, mas principalmente para os líderes, pois o resultado de uma equipe é reflexo da condução desses gestores.

 5 - Posicionamento de marca

Esse assunto parecia ser muito distante e aplicável apenas para companhias gigantes, mas está em em pauta. Trata-se do quanto palavras e ações não avaliadas impactam as vendas e a imagem, bem como a estrutura de comunicação.

 6 - Reavaliação de custos e reais necessidades

O perfil de consumo tem mudado também para os empresários. Ao avaliar custos e necessidades da nova rotina, muitos identificaram gastos desnecessários e possíveis reduções de despesas a longo prazo, inclusive pelo home office.  

 7 - O velho ‘novo digital’

Já estamos em meio a transformação digital há mais de dez anos, mas muitas empresas ainda procrastinavam ou nadavam contra a maré. Não se trata apenas de estar, mas de ser on-line. Corporações com projetos a longo prazo de criação de sites, canais em redes sociais, implantação de softwares (ERP, CRM, Cloud) e folha de pagamento virtual, bots de IA, tiveram de se adequar da noite para o dia com entregas rápidas.

Engajamento a distância e paciência

Na visão de Mariza Baumbach, analista comportamental do Rio de Janeiro (RJ), outro desafio neste novo cenário instável e com tão pouca segurança é engajar os times. “As pessoas estão muito tensas e possivelmente o foco não está mais na produção, mas sim na segurança e cuidados com sua vida. Os líderes devem ser sensíveis a esta situação. Não estamos afirmando ser necessário ‘passar a mão na cabeça’ do funcionário, mas compreender e dar o feedback necessário, além de auxiliá-lo a superar este momento”, orienta.

Ser um líder agregador criando laços emocionais e harmonia neste período é crucial. “Não é hora de cobranças excessivas, ainda estamos todos tentando entender o momento pelo qual passamos no 1º semestre de 2020, o qual trará resquícios por muitos anos da nossa vida. Elevar a autoestima da equipe e estabelecer uma comunicação clara e objetiva é excelente não só para este momento. Com elas é possível criar um clima de confiabilidade e, além disso, oferecer possibilidades de desenvolvimento dentro deste novo cenário é uma boa opção para incentivar o funcionário”, finaliza.

Como foi para você este período?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe