Segundo pesquisa realizada pela Cushman & Wakefield, o home office veio pra ficar. Quase 74% das empresas pretendem instituí-lo definitivamente após a pandemia. Contudo, o processo demanda uma série de cuidados. Veja dicas sobre o tema nessa matéria!

Para Bruna de Lucca, arquiteta sócia do Studio BR Arquitetura, Bruna de Lucca, o cenário da atuação domiciliar no pós-crise será diferente. “Uma coisa é precisar colocar todo mundo para trabalhar em casa por uma situação emergencial, como ocorrido no início da quarentena. As corporações tiveram de se adaptar e até improvisar para conseguir manter suas operações. No entanto, quando falamos em um modelo fixo, é preciso uma série de cuidados para proteger os colaboradores de danos físicos, emocionais e psicológicos, bem como resguardar a companhia, até do ponto de vista legal”, explica.

A companhia presta consultoria para a formatação de um modelo de home office o qual garanta a produtividade, o bem estar e a segurança dos funcionários mesmo à distância. “Quando restabelecermos o uso dos espaços, é importante as corporações já terem deliberado e colocado em prática as políticas de home office e trabalho remoto os quais a pandemia provou serem possíveis, mesmo para aquelas antes mais conservadoras e céticas”, orienta Bruna.   

Dicas para as organizações

A partir de sua experiência, a especialista recomenda manter um manual multidisciplinar para contemplar as premissas e condições básicas da modalidade emergencial e também para um formato futuro mais estruturado. Como temas prioritários, do ponto de vista da concepção desses espaços nos lares, ela sugere um programa de conscientização para os próprios colaboradores poderem aderir a rotinas de cuidados com a saúde e o bem-estar. 

“Podem-se incluir lembretes de pausas necessárias para hidratação e descompressão, bem como agendamentos de intervalos para exercícios laborais de alongamento e ergonomia. Há também alternativas de desativação do sistema digital da companhia após um tempo máximo de expediente permitido por turno, entre outros mecanismos integrados à plataforma virtual de gestão”, ressalta a arquiteta.

Ergonomia

Segundo ela, os cuidados com a ergonomia são fundamentais. O tampo da mesa deve estar a 72 cm do chão, a cadeira precisa ter altura de assento regulável, com braços também ajustáveis, permitindo um ângulo de 90 graus nos braços ao digitar, sem erguer os ombros. “Apesar de não ser um item obrigatório, também é muito importante uma proteção lombar na cadeira, pois problemas na coluna afetam a circulação sanguínea, podendo resultar em diversas complicações de saúde, como crises de enxaqueca e irritabilidade”, acrescenta.

Outro item básico a ser contemplado é um suporte para o laptop a fim de manter a tela na mesma altura dos olhos, sem precisar curvar o pescoço. Da mesma forma, no caso de uso de notebooks, teclado e mouse auxiliares serão necessários para manter os braços na posição correta.

A arquiteta também destaca a importância da iluminação. “A luz natural é sempre bem-vinda e precisamos garantir o mínimo de lumens também à noite (potência ideal de 500 lux). A luz branca quente, preferencialmente em led, proporciona mais conforto”, explica Bruna.

Produtividade

Nesse novo contexto, o trabalhador precisa ter proatividade e não ser dependente de cobranças para executar suas tarefas. Para entregar as atividades com qualidade e em dia, algumas dicas ajudam quem não tem experiência com a modalidade. Uma das principais é evitar as distrações e manter o equilíbrio entre o ofício e o descanso.

Mariana Vicente, produtora de conteúdo autônoma, do Rio de Janeiro (RJ), segue as dicas. “Para mim é fundamental mensurar períodos para cuidar da minha saúde mental. Na hora do almoço, aproveito para ver o episódio de alguma série ou continuar uma leitura divertida para abstrair um pouco. Desse jeito, quando volto às demandas do dia, consigo ter mais energia”, afirma.

Quer ver mais orientações? Então, leia a matéria “Como manter os resultados em meio à pandemia” e continue acompanhando as atualizações do blog! Conte com o Nube e boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe