Nunca foi tão difícil ser um líder em empresa como nesse período de coronavírus. O cenário é de incertezas, medo e, ao mesmo tempo, é necessário adequar o mundo do trabalho e a comunicação a realidades como o home office ou grupos virando dias trabalhando. Entretanto, saber como agir é essencial para superar os obstáculos e garantir maior qualidade de vida para a companhia e os colaboradores.

A posição de gestor em uma instituição é algo extremamente complexo, ainda mais agora. Ainda se tem muita confusão entre qualidade técnica com capacidade de liderança e, disso, nasce um grande problema: gestores acumulando obrigações em função da dificuldade de delegar. "Direcionar as atividades em uma corporação requer muita dedicação, independentemente do tamanho do empreendimento. Por isso são constantes os treinamentos e capacitações voltadas ao comportamental”, comenta o diretor financeiro e de RH da Farmarcas e Febrafar, André Costa.

Ainda de acordo com o especialista, essa dificuldade se reforça nas entidades pequenas, nas quais quem ocupa a gerência está próximo das atividades cotidianas, as quais muitas vezes não possuem ferramentas ou métricas para fazer o acompanhamento. Quando os negócios passam por dificuldades, é natural o supervisor querer manter essas funções, mas isso pode se tornar impossível, gerando um grande desgaste para todos.

Então, como passar obrigações para alguém de confiança? Veja pontos destacados pelo especialista capazes de auxiliar nesse processo:

• Tenha consciência da necessidade
Primeiro ponto é ter como certeza: é preciso delegar as incumbências para conseguir administrar a empresa com eficiência. Planejar as ações e colocar um responsável por projeto ou tarefa é essencial para o sucesso. É preciso desenvolver o espírito empreendedor e incentivar isso nos talentos para qualificar a maneira como administra o grupo.

• Equipe correta
Não existe grande líder sem grandes profissionais, assim, um dos aspectos fundamentais para atingir o êxito, é a capacidade de montar um time eficiente. Para evitar a sobrecarga, é preciso entender a importância de organizar os escopos e atividades de acordo com as qualificações de cada um. Assumir muitas responsabilidades é prejudicial para o direcionamento da empreitada.

• Entenda como se tornar um gestor eficaz
O chefe deve conhecer a si e a seus subordinados para identificar as demandas. Essa capacidade de compreender as habilidades de todos contribui não apenas para aliviar o trabalho, mas principalmente para garantir melhores resultados.

• Confie nas pessoas
A confiança na staff é primordial para o processo funcionar. Obrigações simples podem ser facilmente desempenhadas por outras pessoas. É preciso ter em mente: o operacional precisa ser delegado. O supervisor deve ter o foco no planejamento de outras estratégias e focar no rendimento.

• Capacite seus quadro
Outra atitude essencial é dividir a carga de trabalho. Isso demonstra interesse genuíno pelo desenvolvimento da equipe e pode ajudar na identificação das pessoas com postura proativa e mais comprometidas.

• Melhore a sua comunicação
É vital verificar se a ordem transmitida foi passada corretamente e se foi bem compreendida. Muitas vezes a mensagem emitida não ficou totalmente clara, então fica mais difícil cobrar uma entrega.

Para Tamiris Barbosa, jovem aprendiz no Rio de Janeiro, o principal em momentos incertos, é ter um diálogo aberto e claro com todos. “Meus colegas e eu seguimos as orientações transmitidas, então é preciso ter uma conversa sem ruídos para não haver erro”, comenta. Para ela, seu diretor consegue fazer isso com tranquilidade. “Desde quando começamos a trabalhar a distância, sempre foi tudo muito bem definido” conta.

Entenda como ter uma conexão interna é fundamental para obter bons resultados do time! Conte sempre com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe