O caos mundial devido ao coronavírus gerou uma reviravolta em diversos cenários, em especial, no financeiro. Independentemente de ser pessoa física ou jurídica, ambas foram afetadas. Com isso, a tensão geral se intensifica diante das incertezas de investidores, empreendedores e líderes. Está preocupado com essa situação? Então, continue lendo e entenda melhor sobre o assunto!

Reinvenção corporativa

De acordo com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, esta será "a pior crise econômica desde a Grande Depressão em 1929”. Já a Organização Internacional do Trabalho (OIT) prevê até 195 milhões de desempregados, em razão do impacto do Covid-19 na economia global. Ou seja, é um efeito dominó.

Assim, frente a toda essa instabilidade, companhias brasileiras estão aprendendo e inovando, diariamente, para a própria sobrevivência. “Os empresários foram pegos de surpresa com a repercussão da pandemia. A falta de maturidade digital não é exclusividade das micro e pequenas empresas, as médias e grandes também sofreram danos. Tal como, a atividade monetária, pois não tem alternativas para manter suas tarefas no ambiente on-line e de forma segura”, avalia o especialista em tecnologia e vice-presidente da Think, Alexandre Azevedo.

Em vista disso, Azevedo listou algumas lições para os negócios desenvolverem com essa quarentena:

Tenha uma estratégia digital - é importante criar táticas para realizar o trabalho remotamente por meios virtuais. Isso dá um alívio para manter o ‘carro andando’ em meio a esta grande calamidade. Existem diversas soluções acessíveis e simples, grandes aliadas dos gestores, principalmente de vendas e serviços. Já ouviu falar em marketing digital?

São ações de comunicação para divulgar e comercializar na Internet ou telefonia celular, por exemplo. Para cada objetivo há um plano. Veja algumas alternativas:

  • Inbound Marketing - conteúdo de qualidade direcionado a um público-alvo
  • Marketing de Conteúdo - educação da audiência
  • SEO (Search Engine Optimization) - otimização para mecanismos de busca
  • Links patrocinados - maneira de exposição para dar mais visibilidade à marca
  • Mídias sociais - conhecer melhor o perfil dos clientes e se fazer presente e mais conhecido
  • E-mail marketing - criar relacionamento e engajar os consumidores

Foco na experiência do cliente - no varejo, por exemplo, muitas lojas estão aderindo ao e-commerce. Para isso, é fundamental apostar no User Experience (UX) possibilitando ao usuário a eficiência durante a compra. Links dedicados e dispositivos de Content Delivery Network tornam o website mais disponível. Sendo assim, efetuando mais vendas, com menos custos, por meio de uma navegação ágil e segura. Isso também melhora o ranqueamento no SEO.

Atente-se à segurança de dados - para evitar perdas e danos de informações durante a atuação a distância, as instituições precisam investir no uso de VPNs - Virtual Private Network ou Rede Privada Virtual. Dessa forma, se mantém uma política de proteção concisa e eficiente. Também, é viável implementar softwares antivírus e firewall atualizados constantemente. Bem como, criptografar informes mais sensíveis, como dados bancários, senhas, etc.

EAD para empreendimentos - muitas atividades podem ser realizadas por meio de plataformas de Ensino à Distância: treinamentos corporativos, aulas de academia, consultas com especialistas (psicólogos, médicos ou nutricionistas). Além de atendimentos em geral, como os feitos em cartórios, por exemplo.

Portanto, vamos usar essas ferramentas para destravar o mercado produtivo e comercial. O futuro depende de cada um de nós. Conte sempre com o Nube! Estamos juntos!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe