Uma das tarefas mais difíceis dos líderes é motivar a própria equipe, pois cada colaborador tem uma forma de interpretar o assunto. Muitos se sentem inspirados por gestores mais conservadores, outros preferem maior liberdade de expressão. Encontrar o equilíbrio entre os dois opostos é essencial para engajar um time.

Para Erika Linhares, executiva especializada em soft skills e pedagoga, a primeira coisa a se preocupar é com a parte comportamental: “afinal de contas, a pessoa estar motivada vem de como ela enxerga as situações.” Para auxiliar na motivação dos funcionários, a gestora sugere algumas dicas:

Lealdade

Existe lealdade dos seus colaboradores com a liderança? Sem essa virtude, não há engajamento, tampouco entusiasmo. “A ideia não tem a ver com gostar ou não do gestor, mas sim ser comprometido com as obrigações e respeitar a instituição. Os profissionais devem se perguntar: estou de acordo com minhas vontades? Estou fazendo tudo conforme os propósitos e objetivos da empresa?", confirma Erika.

Crie um time

Pessoas não são seres individuais em uma corporação, elas fazem parte de um todo, de um time e de um objetivo em comum. “Deve-se estimular o espírito de equipe e a percepção de cada um para contribuir em algo. Ora os indivíduos ajudam, ora serão ajudados,” afirma a executiva.

Para Erika, as pessoas não conseguem ser motivadas se não estiverem inseridas nesse contexto de integração. “Ensine-os a serem empáticos, a se colocarem no lugar do outro, a ajudar. Eles precisam ser parceiros. Se o colaborador se sente abraçado, facilmente irá se motivar”, aconselha.

Acompanhe e seja justo

O ideal é estar próximo dos seus funcionários nas atividades e entregas dentro dos prazos. O acompanhamento é fundamental para ele se sentir incentivado. “Se a tarefa está sendo feita da maneira errada, ajude a pensar em uma solução. O mesmo vale para quem está contribuindo super bem e nunca se sente reconhecido pelo trabalho. Dê feedbacks. Com isso, o líder corrige a rota e acelera cada vez mais a o time a dar o melhor de si”, recomenda a especialista.

Não tenha medo

Paulo Roberto da Costa, diretor geral da Farmarcas, orienta a importância da postura assertiva: “na realidade, estar à frente de um grupo, muitas vezes, é ser contestado em suas decisões, mas também saber o rumo a ser tomado. Não pense apenas na popularidade, é especialmente nas dificuldades o destaque do líder, mostrando o caminho certo.”      

O gestor ressalta ainda a necessidade de deixar o medo de lado. Para ele, não buscar o diferente ou deixar de arriscar é estar fadado ao fracasso: “é fundamental ter audácia e posicionamento de opinião. Também é preciso assumir responsabilidade e culpas.”       

Busque conhecimento      

A melhor forma de aprimorar seus talentos e suas habilidades administrativas é por meio da capacitação. “Cursos, treinamentos, workshops e a troca de experiências com outros profissionais do ramo são essenciais para a construção de um novo profissional, capaz de coordenar uma equipe e caminhar para a evolução”, informa Costa.        

Acompanhe as matérias e conteúdos do Nube e fique por dentro as inovações do mundo corporativo. Com certeza ao aplicar as dicas dos especialistas, você terá bons resultados com o seu time e em sua empresa. Na seção "Dicas para Gestores", você encontra recomendações mais específicas de liderança. Mantenha-se informado a fim de dar o melhor suporte para o seu time! Aproveite e leia a matéria 5 atitudes esperadas dos líderes em períodos de instabilidade. 

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe