Segundo pesquisa da Hibou e da plataforma de dados Indico, 59,9% dos brasileiros estão atuando em regime home office. Assim, esse modelo passou a fazer parte da vida de milhares de profissionais. Contudo, essa nova experiência requer um período de adaptação para alinhar a comunicação e reuniões a distância, por exemplo. Se essa preocupação faz parte da sua realidade, vale ficar atento a essas dicas!

Humanização nas relações virtuais

Embora fique mais à vontade, o contato virtual é tão “ao vivo” quanto aquele cara a cara com o interlocutor. Por isso, “permita-se rir, tenha paciência, esteja atento e seja solidário com quem está sofrendo um impacto mais significativo com essas mudanças”, explica a consultora de etiqueta corporativa e competência cultural, Viviane Vicente.

Dessa forma, a intercomunicação já é um dos maiores problemas das organizações e, com essa situação instável, pode vir a se tornar uma grande complicação. Com isso, ao adotar o trabalho remoto, a sensação da equipe de estar perdendo alguma informação se intensifica, junto com a sobrecarga da insegurança. Logo, uma boa maneira de lidar com isso é diminuir a complexidade das relações.

Como fundadora da empresa de consultoria, Rispetto Consulting, projetada para ajudar indivíduos e organizações a aprimorarem seu potencial de liderança, Viviane dá dicas de etiqueta para encontros corporativos on-line. Veja:

  • Respeite os horários de trabalho - é um privilégio operar de casa em um momento como esse. No entanto, o alto volume de serviço e a falta de administração do tempo podem aumentar o esgotamento físico e mental. Nesse sentido, a analista de sistemas, Juliana Bini, comenta a pontualidade na empresa em relação a carga horária: “estamos acompanhando mais nosso horário e detalhando melhor as atividades para cumprir as oito horas ao dia. Então, a todo instante o grupo está se ajudando para desempenhar corretamente”. 
  • Compartilhe os documentos antes do início da reunião - conteúdos e materiais precisam estar disponíveis em nuvem para todo o time. Isso evitará explanações preliminares, economizando tempo e facilitando tomadas de decisão.
  • Teste os softwares e aplicativos com antecedência - em geral, o culpado “número 1” de uma densa videoconferência é a qualidade da chamada em si. Logo, comece a conferência garantindo a possibilidade de todos te verem e ouvirem.
  • Evite atrasos - é importante transmitir confiança aos líderes. Por isso, faça o login alguns minutos antes e deixe aberta a apresentação e documentos em pauta.
  • Empatia - tanto organizador como participante devem respeitar o espaço de fala de cada um. Interrupções causam ainda mais confusão quando não estamos frente a frente.
  • Escolha bem sua estação de trabalho - escolha um espaço separado de pessoas e outras atividades, principalmente, para evitar distrações e barulhos. Entretanto, estamos vivendo um período no qual famílias inteiras estão em casa e nem sempre será possível eliminar os sons de atividades domésticas por completo. “Eu moro em um prédio onde meus vizinhos têm duas crianças. Elas choram e gritam o dia todo, é complicado, mas coloco o fone, me tranco no quarto e tento manter a concentração”, expõe Juliana. 
  • Deixe o microfone “mudo” - lembre-se sempre de entrar na conversa com o áudio mutado. Assim, você se sintoniza com o andamento da discussão e não interrompe a linha de pensamento do moderador.
  • Faça uso correto da webcam - fronteiras entre a vida pessoal e profissional estão começando a se enfraquecer, logo, cuidado para não expor a privacidade da sua família. Outro ponto fundamental é o técnico, então ajuste o ângulo da câmera para os outros participantes visualizarem seu rosto centralizado. O foco não é o ambiente externo.
  • Mantenha a boa aparência - a roupa transmite uma mensagem e pode ajudar no controle da rotina. Bem como, na disposição e produtividade. Além disso, cuidado com o método da “cintura para cima”, em um minuto distraído pode-se cometer uma grande gafe.
  • Seja tolerante - por fim, lembre-se: “a maioria dos participantes está vivendo uma rotina de maior tensão e de exposição aumentada a interações eletrônicas”, observa Viviane. Em vista disso, seja compreensivo.

Portanto, para mais dicas para melhorar sua produtividade durante o home office continue acompanhando os conteúdos do Nube!

 

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe