Enquanto o novo coronavírus se espalhou pelo mundo, assistimos à proliferação de uma série de gráficos mostrando a evolução da Covid-19 e curvas ilustrando as possibilidades para o futuro. Além de assustador, o cenário trouxe uma série de impasses adicionais para os cientistas da computação: como extrair conhecimentos úteis a partir dessa quantidade gigantesca de informações circulando na Internet sobre a pandemia, aproveitando os recursos tecnológicos à nossa disposição?

Esse é um desafio enfrentado pelos pesquisadores do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Eles têm obtido bons resultados utilizando técnicas de inteligência artificial aplicadas à mineração de dados nas áreas de agronegócio e educação, por exemplo. Para isso, desenvolvem, desde 2014, uma ferramenta chamada Websensors, para analisar eventos extraídos de textos de notícias, tais como informações sobre o os acontecimentos, como eles se deram, quando, onde e quem está envolvido.

Agora, estão empenhados em coletar relatos mencionando o novo coronavírus. A meta é usar essa data como conhecimento complementar para ser incorporado em modelos de previsão já existentes. Um exemplo é a antecipação da curva de contaminação, a qual pode ser ajustada considerando ocorrências sobre esse assunto. Além disso, essa sabedoria adicional será importante para apoiar especialistas na identificação futura de iniciativas bem e mal-sucedidas no combate à doença. Isso terá grande utilidade nas próximas epidemias a serem enfrentadas.

“Quando olhamos para a evolução futura do arco de contágio de uma patologia e levamos em conta apenas dados sobre as já acontecidas no passado, temos uma visão limitada do problema. Se for possível enriquecer essa percepção, adicionando à estimativa, coletas extraídas de fontes confiáveis, acreditamos ser possível incrementar nosso olhar e, quem sabe, construir modelos preditivos mais próximos da realidade”, explica Solange Rezende, coordenadora do projeto junta com o professor Ricardo Marcacini, ambos do Laboratório de Inteligência Computacional do ICMC.

A iniciativa conta, ainda, com a participação de dois doutorandos, quatro mestrandos e três pesquisadores colaboradores, como Rafael Geraldeli Rossi, ex-aluno do ICMC e professor na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Análise do cenário mundial para o mercado de trabalho

Evidentemente, essa crise global afetou diretamente o dia a dia das corporações e a ainda trará efeitos colaterais nos próximos meses. Desse modo, a estagiária de marketing, Caroline Santos, conta como tem se antenado nos noticiários para sugerir soluções na companhia onde atua. “Estou no setor de inovação, portanto, tenho de analisar as estatísticas mundiais para entender como podemos nos organizar estrategicamente”, comenta.

Combate à evasão

A educação é um dos setores de especialidade. Em 2018, os envolvidos criaram uma plataforma para analisar informações históricas sobre o comportamento virtual de estudantes com o objetivo de evitar o abandono dos cursos a distância. A partir de uma análise personalizada, de acordo com as características de cada curso e do encontro de padrões de comportamento, a plataforma separa os indivíduos em grupos de acordo com diferentes riscos de evasão (baixo, médio, alto e crítico). Com isso, periodicamente, os gestores são notificados sobre a atuação deles.

Por isso, ter capacidade de análise é crucial para enfrentar momentos de maiores adversidades, independentemente do nicho de seu empreendimento. Assim, os negócios podem fluir com maior assertividade. Conte sempre com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe