As doenças mentais ainda são sub diagnosticadas devido ao preconceito existente na sociedade. Acometendo quase 10% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), só no Brasil são quase 11,5 milhões. Quando direcionamos o olhar ao cenário corporativo, os transtornos comportamentais são a terceira causa de afastamento de trabalhadores. São mais de 75 mil deles, só por conta da depressão. Entenda a importância desse assunto!

Depressão corporativa

Conforme o estudo da International Stress Mangement Association (ISMA-BR), nove em cada dez brasileiros no mercado de trabalho apresentam sintomas de tensão e ansiedade. Os quais podem ser a alteração do humor, irritabilidade, dificuldade de concentração e perda de interesse pelas atividades. Dessa forma, é afetada a produtividade e performance do estabelecimento.
A boa notícia vem com a publicação científica "The Lancet Psychiatry": a cada um dólar investido em programas de vitalidade psíquica, o retorno é de quatro dólares, na capacitação e desempenho dos trabalhadores. Na mesma linha, segundo outra pesquisa, feita pela Mercer Marsh Benefícios em 2016, 34% das organizações já investem nesse aspecto. Em 2017, esse número cresceu para 41%.

Psicoterapia como solução

A psicoterapia aparece como a solução para o restabelecimento, pois é um tratamento terapêutico para auxiliar a lidar com as dificuldades da realidade. Por isso, ela é uma ferramenta excelente de amadurecimento para se tornar mais íntimo de si. Por meio dela, desenvolvem-se diversas habilidades, inclusive a inteligência emocional.

Afinal, a boa disposição do colaborador impacta direta e indiretamente a experiência do consumidor com a marca, explica Júlia Fantini, da área de recrutamento da Resultados Digitais, de Santa Catarina. “Quem trabalha com atendimento é a ‘cara’ da RD para o cliente, a linha de frente, consequentemente a parte mais perceptível por ele”. Por exemplo, nós percebemos quando estamos sendo atendidos por alguém tranquilo, bem humorado e pró-ativo. Logo, ficamos confiantes da qualidade do serviço ou resolução do problema. “Ou seja, quanto mais estamos cuidando do nosso bem-estar, conscientes de nós mesmos e confortáveis com nossas escolhas, inclusive, com o ambiente de trabalho, mais isso acontece”, finaliza Júlia.

Aderência do mercado

Segundo Tatiana Pimenta, CEO e founder da Vittude, startup especializada em relacionar psicólogos e pacientes, “um programa eficiente de saúde emocional engloba um esforço multidisciplinar. O início de um projeto nosso, por exemplo, começa com a conscientização das principais lideranças da organização”. Assim, esse primeiro passo consiste no arranjo de painéis, palestras e workshops sobre temas como burnout, estresse, desânimo e angústia. Basicamente, utilizando a comunicação interna.

Quanto à inserção no mercado a terapia entra como um benefício. “As empresas subsidiam parte das sessões, no entanto, também temos cases de clientes custeando de 50% a 95% do valor das consultas”, complementa. O atendimento, em geral, acontece uma vez por semana e os funcionários podem escolher entre presencial e on-line, realizado por vídeo.

Portanto, valorize seus profissionais e brilhe no mercado. Conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe