Segundo dados recentes da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, o número de pessoas com 65 anos ou mais em vagas com carteira assinada aumentou, saindo de 484 mil em 2013 para 649,4 mil em 2017. Foi uma ampliação de 43% em quatro anos. Apesar de ainda existir uma certa resistência a profissionais mais maduros, muitas empresas estão revendo esse conceito e enxergando os benefícios de contratar e reter pessoas experientes, com uma bagagem importante.

Vivências
    
“São colaboradores com vivência e uma grande rede de relacionamentos, por conta da atuação de vários anos. Também costumam ter inteligência emocional e jogo de cintura para encarar desafios, com facilidade para identificar oportunidades e possuem maior foco no desempenho de seus projetos”, reforça Vivian Wolff, coach de vida e carreira pelo Integrated Coaching Institute.

A nova visão das companhias

As corporações estão deixando de lado o preconceito com a idade e procurando em quem é mais velho a redução dos riscos aos quais a organização se expõe, atrelando o conhecimento testado no campo de trabalho com a flexibilidade de incorporar o novo. “A atual visão reconhece quem tem mais experiência como indivíduos com prazer em se manterem ocupados e isso vai além do conhecimento técnico e da consciência de sua contribuição ao resultado”, afirma Vivian.

Nesse sentido, para o gestor de RH, Pablo Camargo, de Ribeirão Preto, os resultados de uma staff  são maiores quando há interação entre diferentes grupos. Com base em suas experiências no cargo de gerência, ele compartilha o desempenho obtido em setores nos quais há essa atenção. “A diversidade é fundamental e os RHs de várias companhias já têm se atentado a isso. É o caminho para a alta performance”, compartilha.
                
Fui contratado. Como comprovar que idade não impede produtividade?

Veja algumas dicas destacadas por Vivian:
                
I. Conquiste relacionamentos pessoais e profissionais, pois tudo começa e termina nesses contatos
II. Desenvolva flexibilidade e opções reais de entrega de valor
III. Cultive a capacidade de observação e análise para contornar situações críticas
IV. Mantenha-se atualizado com as tecnologias emergentes, pois isso irá ampliar sua competência
V. Sempre coloque em prática suas habilidades em proveito da estratégia da organização e do time, sem a intenção de se destacar
VI. Mantenha a humildade e o espírito de servir. Lembre-se sempre: você já esteve no lugar dos jovens em início de carreira
VII. Seja fonte de inspiração, orientação e incentivo. Os mais novos precisam de estímulo para direcionar seu vigor e alcançar seus objetivos.

“O grande desafio é manter o equilíbrio entre a necessidade de se renovar e saber mesclar as bagagens acumuladas. A convivência de várias gerações no mesmo ambiente provoca um inevitável choque de valores. Portanto, contribua para essa realidade ser uma oportunidade preciosa de troca de aprendizado”, orienta a coach.

Portanto, fique ligado nesse tópico e conte sempre com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe