Hoje, enfrentamos situações cada vez mais dinâmicas quando falamos do mundo dos negócios, justamente por conta da participação ativa dos jovens no mercado. Esses sujeitos são apaixonados por tecnologia e vivem sempre conectados. Em seu DNA, estão características como inovação, curiosidade, ideias diferenciadas e disposição para realizar projetos fora do padrão. Por isso, é preciso entender esse cenário para poder aproveitá-lo ao máximo. Saiba mais!

Tecnologia é aliada

De acordo com Frederico Queiroz, CEO da NetSupport, plataforma digital para solução de problemas em TI, os millennials são ansiosos e engajados em alcançar o sucesso. “Por sorte, os avanços digitais têm permitido incentivar esse dinamismo. Entre as mudanças, a opção mais atraente e viável está no trabalho freelancer”, expõe.

“Bicos”

Segundo o especialista, os “bicos” se transformaram em atividades necessárias para alguns tipos específicos de demanda. “Além da vantagem para o profissional, pois ganha flexibilidade em sua jornada, as empresas podem se beneficiar desse estilo de contratação, porque o prestador de serviço ganhará pelas delegações às quais foi designado, ou seja, com um custo reduzido em comparação a um colaborador efetivo”, comenta.

Conforme um levantamento divulgado pela Kelly Services, entidade especializada em consultoria externa, quase um terço da força de trabalho no mundo prefere a autonomia vinda de trabalhos com maior independência (31%). Já 73% dos empreendimentos consideram esse tema e a fluidez como opções para enfrentar as novas realidades atuais.

Estágio

Embora a proposta do estágio seja diferente, aqui, também, há grandes possibilidades para a corporação contratante. Afinal, esse tipo de admissão não gera vínculo empregatício e atrai para o quadro pessoal profissionais com grande disposição e engajamento para apresentar bons resultados.

Normas
 
Nas regras estipuladas por lei para essa prática, estão alguns benefícios para a companhia, porque ela fica isenta de pagar FGTS, INSS, ⅓ sobre férias, 13º salário e outros encargos trabalhistas. Além disso, também tem ganhos o estudante quando ocupa essa posição, pois ele poderá aplicar o conteúdo visto em sala de aula com a prática organizacional e com uma carga horária reduzida.

Home Office

Estagiar por home office também é possível e isso abre grandes possibilidades para os gestores, afinal, os talentos podem apresentar bons desempenhos mesmo à distância. É o caso de Bianca Bittencourt, estudante de publicidade e propaganda, na Faculdade de Campinas. Ela desempenha suas tarefas de casa e conta como supervisor consegue orientá-la via web. “Hoje, fazemos vídeo-chamadas e estamos a todo tempo trocando mensagens para garantir o andamento das minhas atividades. Isso funciona bem para mim e para toda a equipe”, compartilha.

Portanto, considerar novas alternativas é essencial para atingir a alta performance. Conte sempre com o Nube!

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe