O consumidor está cada vez mais atento ao posicionamento político, social e ambiental das organizações. A convicção em relação ao engajamento da empresa é um fator determinante na hora da compra para a maioria dos brasileiros. Segundo o estudo global Edelman Brand 2018, 69% das pessoas realizam compras por acreditarem nos valores da organização. O percentual cresceu 13 pontos em comparação com 2017, quando 56% declararam essa motivação. 

Quando o assunto são os colaboradores, o estímulo da organização para a prática do voluntariado ou engajamento em causas sociais também apresenta melhorias para a produtividade. De acordo com pesquisa realizada pela Ação Social para Igualdade das Diferenças (ASID), 89% dos gestores de diferentes áreas consideram o envolvimento nessas ações essencial para o profissional se tornar melhor. 

Nesse contexto, a preocupação das marcas com a responsabilidade social tem crescido nos últimos anos. As formas de se engajar são diversas, para Carla Lettieri, Coordenadora de Programas & Projetos no Instituto Ronald. "Quando a corporação se engaja com uma causa com a qual a marca e os colaboradores se identificam, o apoio torna-se ainda mais relevante para ambos os lados", explica.

Organizações sem fins lucrativos, como o Instituto Ronald, dependem do auxílio de empreendimentos e doadores para colocar em prática os projetos e programas. Desde sua fundação, a instituição age nas principais necessidades no antes, durante e após o tratamento de câncer infantil, por meio do desenvolvimento e da coordenação de programas como Diagnóstico Precoce, Atenção Integral, Espaço da Família Ronald McDonalde Casa Ronald McDonald. 

Segundo o CEO da companhia, Alexandre França, o principal intuito é lutar para as crianças sejam curadas e possam sonhar. “Cada sonho pode se transformar em um novo craque de bola, em um médico, engenheiro, e até mesmo em um líder de verdade para o nosso país", ressalta. 

Isabela Dias, estudante de psicologia na Universidade Católica de Brasília, já estagia na área e fala como seu trabalho está ligado com um Instituto de Responsabilidade Social, a qual permite essas possibilidades de voluntariados. “Acho incrível e com certeza é muito mais motivador atuar em uma empresa com consciência de sua responsabilidade com a sociedade!

E você? Já ouviu falar sobre esse assunto? Veja esta matéria para entender mais, Voluntariado e solidariedade

Estamos no Linkedin com mais dicas e matérias focadas para gestores.

Se você tiver dúvidas sobre a contratação de estagiários e aprendizes, solicite um contato da nossa equipe.

Interessado em aprender mais? O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de gestores, estagiários e aprendizes.

Compartilhe