A evolução da tecnologia e o consequente acesso a Internet tem modificado e transformado diversos aspectos da vida das pessoas, tanto em âmbito escolar, quanto profissional e pessoal. Um estudo realizado recentemente pela Matific, uma edtech israelense, apontou: 91% dos estudantes se sentem mais motivados a estudar se puderem utilizar dispositivos móveis. Contudo, essa prática já é comum? Descubra em nossa matéria!

Embora esse número seja alto, muitos professores ainda ficam apreensivos sobre o uso de itens tecnológicos nas dependências escolares. Menos da metade deles, cerca de 40%, solicitam em algum momento dispositivos para realizações de trabalhos, exercícios e trabalhos em grupo pela web.

Mediador da aprendizagem

O educador, nesse novo contexto, precisa deixar de lado as atividades mais mecânicas, para se tornar um mediador da aprendizagem, um provocador e curador de conteúdos, criando estratégias pedagógicas híbridas, as quais mesclem modos de ensino on-line e off-line. Assim, os alunos poderão desenvolver habilidades de investigação e análise do processo de elaboração de um projeto, demonstrando conhecimentos técnicos, socioemocionais e criativos.

Quem coloca em prática

Essa foi a ideia da empresa de Belo Horizonte, Mind Makers. De acordo Paulo Alvim, diretor responsável pela disciplina de Pensamento Computacional da companhia, o intuito de seu projeto foi aliar Inteligência Artificial e Internet das Coisas na Sala de Aula Inteligente. Assim,  o material usado dentro da classe está conectado à Internet - e entre si. Logo, sua solução foi concebida para ser hackeada pelos estudantes. “Funciona como um incrível laboratório do pensamento computacional, onde todos podem explorar soluções sofisticadas, programando de modo acessível e abusando da criatividade digital”, afirma.

Entretanto, apesar do incentivo as diferentes plataformas, em nenhum momento os novos recursos substituem ou devem minimizar as possibilidades de aprendizagem por meio de outros sentidos, seja pelo contato com a natureza, ou com a exploração de diversificadas formas de expressão e de estímulo à inteligência. “É importante compreender a aposta nas tecnologias integrada em todos os segmentos, não como uma ferramenta ou disciplina isolada e desconectada do contexto geral de capacitação, mas sim assimilada com o meio”, afirma o CEO da Sphere International School, Arno Krug.

Para ele, o momento agora é de atualizar o entendimento e entender qual a finalidade de utilizar os adventos. Ou seja, equilíbrio é a palavra de ordem para as mudanças na educação!

Leia nossas matérias e fique por dentro das novidades!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe