Ao ingressar na vida adulta, o jovem brasileiro passa por um momento decisivo em sua caminhada: a escolha da profissão. Nesse período, analisar as possibilidades de maneira assertiva é essencial. A melhor forma de fazer isso é estudando sobre as mais variadas oportunidades para sua trajetória. Por isso, a pergunta é: você já considerou a Gestão Logística?

O que é?

Segundo a professora da Universidade Federal do Tocantins, Clarete de Itoz, quem atua nesse ramo é responsável por planejar e gerenciar atividades ou projetos no contexto corporativo, considerando: produção, operação, análise, planejamento e procedimentos. “Tudo isso para um determinado serviço ou produto ser elaborado ou aproveitado da melhor forma”, explica.

De acordo com ela, quem se forma nesse nicho, controla estoque e armazenagem, planeja a movimentação de materiais externos e internos, gerencia a distribuição de produtos na cadeia produtiva até o consumidor final. “Comunica-se, também, com fornecedores e clientes, opera sistemas logísticos em terminais e coordena pessoas para a eficiência de processos”, comenta.

Perspectivas e possibilidades

Para a mestra, as perspectivas para esse mercado são as melhores possíveis. “Isso é afirmado a partir da percepção do aumento e a diversificação das demandas desse setor, pela capacidade de consumo de produtos e de serviços cada vez mais diferenciados, mas com a pegada socioambiental”, expõe.

Clarete ainda fala sobre as possibilidades de atuação. “Em centros de distribuição, empresas de encomendas, companhias do segmento da indústria ou comércio, portos e aeroportos, terminais, transportadoras, instituições de ensino ou ainda em centros de pesquisa”, compartilha.

Habilidades mais valorizadas

A professora ainda destaca as capacidades e características mais procuradas em quem segue esse caminho. “Boa comunicação verbal e escrita, leitura e percepção de dados numéricos, dinamismo, agilidade, capacidade de solucionar problemas, proatividade, domínio da tecnologia, liderança e diferentes idiomas”, constata. “Ao longo da graduação, o aluno de Logística da Universidade Federal do Tocantins (UFT) recebe formação para bem desempenhar-se em situações de conflitos, possuir capacidade de adaptação a diferentes ambientes de operações e saber gerir grupo de pessoas”, diz.
Na prática

Segundo o último Censo do Inep/MEC, existem cerca de 79.920 brasileiros matriculados nesse curso em todo o território nacional e, desses, mais de 17 mil se formam. Conforme a Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio do Nube, quem estagia no nível técnico na área recebe em torno de R$ 790,01 ao mês.

Mônica Morais já pegou seu diploma e hoje atua em Campinas. Ela conta sobre a importância de ter procurado vagas de estágio desde o início dos estudos. “Isso me ajudou a entender a linguagem da profissão na prática e consegui visualizar melhor para qual setor queria seguir”, relata.

Gostou? Conte para o Nube nas redes sociais! Boa sorte.                             

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe