Muito se fala sobre transformação digital e seus futuros impactos no dia a dia das empresas e de seus consumidores. Afinal, já vivemos em uma era conectada e percebemos os efeitos dessa mudança. As pessoas pensam, se comportam e agem diferente diante dos desafios. No ambiente corporativo, isso é ainda mais perceptível.
 
Segundo Bárbara Olivier, diretora executiva de Inovação e Tecnologia na Afferolab, esse contexto não abrange somente a tecnologia, mas o investimento em capital humano dentro das empresas. “As pessoas, sim, são o recurso primário para levar as organizações ao futuro. As corporações precisam de indivíduos com características potencialmente agregadoras em diversos aspectos, as chamadas soft skills”, explica.

O último relatório de tendências para o mercado de trabalho publicado pelo IFTF (Institute for the Future), apresenta seis dimensões com competências definidas como prioritárias para o mercado brasileiro. Essas, não dependem de estudos formais, de MBA e muito menos de habilidades técnicas. São elas:
 
1. Marca pessoal: é preciso tornar-se notável para conquistar seu espaço. Utilize as redes sociais e deixe bem claro quem você é para o mundo.

2. Fluência digital: significa ter a capacidade de lidar com tecnologia em diversos níveis, desde ferramentas até robôs e inteligência artificial.

3. Pertencer a diferentes tribos: construa uma boa rede de contatos, conecte-se com distintos perfis de pessoas, grupos e interesses.

4. Flexibilidade e inclinação à mudança: com tantas movimentações no mercado, é preciso aprender a se adaptar e se atualizar constantemente. Esteja pronto!

5. Resiliência: consiste em não desistir frente às dificuldades. Inteligência emocional, social e empatia, estão dentro do pacote dessa característica.

6. Mentalidade de crescimento: refere-se a ter a cabeça aberta para ter ideias, empreender e ter uma visão macro. Não se acomode e busque desafios.

No momento do estágio, desenvolver e aperfeiçoar esses atributos é de suma importância para a carreira dos jovens. Talita Mello, estudante de ciências políticas, na Universidade de Brasília, é um exemplo disso. Para ela, é fundamental ir atrás de novos conhecimentos e, principalmente, aprimorar pontos de melhoria em si mesma. “Procuro exercitar minha capacidade de socialização, pois tenho ainda esse bloqueio. Trabalho minha postura diante dos outros, além da oratória, sempre em busca de aprendizados”, conta.

Faça como Talita e conquiste seu lugar. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe