Quem vê a implantação da tecnologia nas empresas como um caminho para a diminuição de oportunidades no mercado de trabalho, muito se engana. Apesar dos adventos substituírem os humanos em atividades manuais, a profissão de técnico em automação industrial está aí para provar como é possível unir pessoas e máquinas.

O ensino é voltado a estudantes do nível médio técnico e conta com matérias como instalações elétricas, lógica computacional, matemática aplicada, microprocessadores e microcontroladores, segurança, meio ambiente e saúde, entre outros. De acordo com o coordenador do curso na FAM - Faculdade de Americana, Carlos Fielde de Campos, o profissional da área deve estar sempre atento às tendências tecnológicas.

“Quem almeja ingressar no ramo poderá atuar em vários setores, como metalúrgico, de máquinas e equipamentos, automóveis, químico e petroquímico, de bebidas, de papel e celulose, lidando com sensores e controladores de temperatura, pressão ou vazão, por exemplo”, explica. Além disso, outra característica importante é a capacidade de trabalhar em equipe. Afinal, os projetos de modernização costumam envolver um time completo, com colaboradores de diferentes setores.

Segundo a Pesquisa Nacional de Bolsa-Auxílio do Nube, com base no ano de 2018, o segmento, para técnicos, é o segundo mais bem pago. Assim, a remuneração gira em torno de R$ 897,11. O mercado cada vez mais precisará desse tipo de mão de obra. Afinal, de microempresas até multinacionais, todas as companhias tendem a se modernizar, trabalhar com novos equipamentos e sistemas capazes de apoiar seus processos produtivos.

As principais tarefas são manter e instalar dispositivos inovadores e atuar no desenvolvimento de plataformas de controle e automação. “No Brasil, ainda temos um longo caminho a ser trilhado, especialmente pela grande quantidade de pequenas e médias corporações, as quais necessitam fazer investimentos nesse tipo de tecnologia”, afirma Thiago Turcato, coordenador de suporte técnico da Mitsubishi Electric.

Contudo, a renovação já é uma realidade e esses empreendimentos terão de se adaptar. “Contar com talentos qualificados e soluções compatíveis com o aumento de rendimento é uma condição fundamental para a sobrevivência de todas as instituições”, finaliza Turcato. Portanto, vale a pena investir no campo. Então, se você se interessou, aproveite para estagiar e colocar em prática o aprendizado adquirido na sala de aula. Certamente, esse será um grande diferencial em seu currículo.

Para isso, o Nube oferece as melhores vagas. Faça seu cadastro gratuito e conte conosco!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe