Cobranças, metas radicais, relações interpessoais de péssima qualidade, falta de bom senso, clima organizacional deficiente e ausência de motivação podem levar qualquer funcionário ao seu extremo. Esse quadro se configura na famosa Síndrome de Burnout ou esgotamento físico e psicológico. Saiba mais!

No ambiente de trabalho, isso pode ser ainda mais comum e prejudicial. Segundo dados do ISMA-BR (International Stress Management Association), o transtorno acomete 32% da população e o principal sintoma é o estresse. Contudo, alguns estudos já revelaram: reações físicas de doenças sem aparente razão fisiológica têm fundo emocional e esse acontecimento é mais conhecido como somatização.

Segundo a psicóloga, coach e fundadora da Viva Desenvolvimento Humano, Marcia Ramires, esse quadro aparece quando a mente já não sabe lidar com determinado conteúdo, dessa forma ela “joga” para o corpo um sinal para alertar o indivíduo de algo errado. “Geralmente, muitos não se desligam da demanda de trabalho, mantendo a mente em estado de alerta constante e assim ficam exaustos. Isso reflete em cansaço extremo”, explica.

Para a especialista, todas as emoções existem por um propósito e a principal função delas é garantir a sobrevivência das pessoas diante de alguma variável externa, pode ser para se proteger ou para impulsionar a realização de algo. Assim, o primeiro passo é reconhecer como você reage a cada sentimento expressado e apostar na inteligência emocional. “Quando é bem canalizado, pode ser propulsor de mudanças importantes. Caso contrário, pode gerar rancor e comportamentos negativos”, enfatiza.

Juliana Menezes cursa contabilidade pela Faculdade Anhanguera, em Campinas e já estagia na área. Para ela, com a correria e exigências em sua rotina, é inevitável haver tensão. Contudo, a jovem enxerga um lado positivo da ocasião. “Essas situações nos deixam mais fortes e preparados para as próximas. Afinal, sempre haverá pressão”, conta. Para a estudante, relaxar e ter boas companhias a auxilia a lidar com isso.

O segredo é não ignorar os sinais, mas entendê-los. Certamente, isso fará diferença em seu bem-estar. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe