Com as exigências do mercado e a busca por um propósito, o número de profissionais desmotivados tem aumentado significamente. O pesquisador Fredy Machado fez um estudo e descobriu: 40% dos executivos brasileiros está insatisfeito no trabalho e 64% gostaria de fazer algo diferente para ser mais feliz.

De acordo com Daisy Mendes, master coach de carreira e especialista em realização profissional, do Rio de Janeiro, durante a sua jornada é normal ter momentos de grande excitação e alegria, mas também outros de frustração. “O descontentamento não está necessariamente ligado ao salário, ele tem outros desdobramentos”, explica. Pensando nisso, Daisy listou alguns sinais, os quais indicam infelicidade no ambiente corporativo.

O primeiro passo para retomar a motivação é perceber se você se encaixa nessa realidade. Umas das razões de desagrado está associada aos ideais da organização, ou seja, “os seus valores pessoais são diferentes dos da empresa”. Para Daisy, se você busca liberdade na hora de realizar suas atividades, ficar em uma companhia tradicional será desconfortável, além disso, o oposto também acontece.

O segundo motivo está atrelado com a oportunidade de mostrar a sua personalidade e também o seu talento, então “você não aplica suas habilidades naturais”. Afinal, nós temos características próprias de nosso perfil comportamental e também existem as competências adquiridas no decorrer da jornada. “Essas últimas fazem parte de quem você é e devem ser usadas como uma fortaleza. Se isso não acontecer, a tendência é se sentir desvalorizado na ocupação atual”, explica.

Há ainda duas opções ligadas a propósito. “Você tem uma ou várias crenças limitantes” e “você tem dificuldade para enxergar a diferença de seu trabalho no mundo”. Elas se relacionam como a forma de enxergar a sua função, as oportunidades e o mundo de maneira geral. O pensamento negativo te impede de conquistar seus objetivos e não compreende o impacto da sua posição para a empresa ou, até mesmo, para algo maior.

Bruna Pardini, estudante de publicidade e propaganda, valoriza um âmbito cooperativo e acolhedor. Para ela, quando a instituição oferece oportunidades, reconhecimento e estratégias para engajá-la, a jovem fica mais satisfeita e empenhada com o local onde está. “Isso passa confiança e zelo por estarem olhando para o crescimento, principalmente, de nós estagiários. Nos motiva a ser melhores!”, conta.

E você? Como se sente no ambiente organizacional? Lembre-se de priorizar seu bem-estar e ter sucesso em sua caminhada. O Nube está com você nessa missão, boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe