A inovação buscada por tantas empresas tem seu início a partir da curiosidade dos funcionários e como eles se sentem confortáveis para desenvolvê-la. O “Global Curiosity Report 2018”, realizado pela Merck, fez a descoberta e mapeou o nível das organizações.
 
De acordo com as respostas, o perfil mais interessado de todos os entrevistados é um millennial, nascido entre 1982 e 1995. A surpresa é em relação a população jovem, denominada de Geração Z (nascidos após 1995), com o título de menos exploradora. Já os mais velhos, apresentaram altos índices em abertura para novas ideias.
 
Segundo Todd Kashdan, professor na George Mason University e colaborador da pesquisa, “quem sabe lidar com ambientes voláteis, incertos, complexos e ambíguos é mais propenso a obter as melhores posições e serem mais competitivas", afirma. Ou seja, a característica está estreitamente ligada aos cargos superiores, por exemplo.

O levantamento ainda explorou qual é a atuação das corporações nesse contexto: 84% afirmaram lidar com mais incentivos por conta dos treinamentos oferecidos pelo ambiente de trabalho, necessários para despertar um olhar mais atento. Em contrapartida, 34% enfrentam barreiras para esse estímulo, devido à hierarquia e falta de oportunidade para desenvolver projetos diferentes e inusitados.

Júlia Katlen é estudante de engenharia da Universidade Veiga de Almeida, no Rio de janeiro. Já no início de sua carreira, reconhece a importância de ter vontade de aprender e procura informações e referências para se aperfeiçoar. “O segredo do sucesso é pensar diferente e isso tem sido algo positivo para mim e para a empresa onde atuo. Observo as necessidades do cliente e apresento estratégias para impulsionar o serviço”, conta.
 
Para Carl Naughton, linguista e cientista educacional e um dos consultores da Merck, o primordial não é apenas encontrar novas soluções, mas ser capaz de lidar com uma novidade, apesar de sua complexidade. “Assim, você combina todas as peças para ser curiosa e essa junção funciona como combustível para a inovação”, pontua.
 
Ainda segundo o estudo, as companhias estão no caminho certo, apenas 26% dos entrevistados alega ter pouca ou nenhuma percepção sobre o tema no seu âmbito laboral. Portanto, aposte nos investimentos e inove o seu negócio! Certamente, os resultados valerão a pena. Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe