Quando aprender um novo idioma? De acordo com os especialistas em desenvolvimento infantil, até os sete anos a criança consegue aprender e se expressar em qualquer linguagem. O ensino bilíngue pode, inclusive, impactar positivamente em alguns aspectos cognitivos e os estímulos gerados na primeira infância ajudam a construir a língua falada.

As crianças submetidas a esse aprendizado tendem a focar mais nas tarefas e a desenvolver uma atenção melhor. “Possivelmente, pelo fato de terem, desde cedo, de prestar atenção nas diferenças entre as culturas. Com isso, antecipam a consciência linguística e aceleram o desenvolvimento da lógica” – pontua a psicóloga doutora em Psicologia do Desenvolvimento Humano, Cristiane Pertusi.

Para a especialista, os pequenos possuem uma curiosidade natural pelo conhecimento. Nascem entendendo o mundo por meio da boca, dos olhos, dos ouvidos, do corpo e, conforme crescem, o aprendizado passa a acontecer com o brincar. “Ensinamos a criança a gostar de Inglês, e isso, ela leva para toda a vida. Aprender um idioma na infância traz diversos benefícios e modifica o funcionamento do cérebro”, explica Sylvia de Moraes Barros, executiva responsável pelo The Kids Club no Brasil.

Luisa Froes Tenenblat, hoje com 17 anos, estudou a língua inglesa dos 4 aos 12. “Assim, descobri minha paixão por outros dialetos. É muito gratificante saber quais passos dar no futuro e isso me foi permitido muito cedo”, diz a jovem com o desejo de cursar relações internacionais.

Sharon Landgraf Schulp e Eduardo Schulp moram no Rio de Janeiro e são progenitores de Henrique Landgraf Schulp, de 3 anos. Eles verificaram a importância da fluência e do domínio de um segundo idioma e investiram na formação de seu descendente. “O formato de aprender se divertindo se encaixou perfeitamente na maneira como enxergamos uma boa educação. Assim, o Henrique se diverte e assimila um vocabulário novo”, comentam.  

De acordo com Cristiane, os pais devem ter em mente o fato do desenvolvimento das habilidades ser estimulado com ações, como atividades, brincadeiras e jogos em conjunto com seus filhos. Já o professor tem de incentivar o aluno a buscar as respostas e orientá-lo a como fazer. “Dessa forma, ele estará amparado para aprofundar seus ensinos e sair do imediatismo e superficialidade”, finaliza.

Se você não teve essa oportunidade, não desanime. A Internet oferece diversas formas de se capacitar gratuitamente. Invista em você e conte com o Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe