A inovação não acontece simplesmente do nada. Ela precisa ser cultivada, desenvolvida e estimulada. A simples decisão ou vontade de ser uma empresa ou um ambiente inovador não é garantia de alcançar esse propósito, apesar de ser um bom começo. Como em todo cultivo, precisa de investimentos para criar raízes e crescer.

Para o diretor de recursos humanos e treinamento da ReachLocal, com unidade em Campinas e Rio de Janeiro, Flávio Pelizari, alguns pontos são cruciais para quem busca a criatividade.

Ambiente: o ideal é derrubar paredes, sejam elas físicas ou mentais. Quanto menos barreiras e hierarquias houver na empresa, maiores serão as chances de se desenvolver. Quanto maior o acesso e relação entre os profissionais dos mais diversos níveis, melhor será a chance de todos estarem conectados à realidade do negócio, do mercado e do cliente.

Diversidade: atualmente, o tema está muito difundido por conta do estímulo à defesa das minorias e das diferenças. O novo só pode existir em um local com espaço para o diferente. Outros olhares, formas e abordagens devem ser incentivadas para o surgimento de ideias. Os gestores têm de  buscar variedade de pessoas, olhares, comportamentos, pensares, experiências, idades, crenças e raças.

Entrosamento: muitas pessoas desejam mais flexibilidade, mas acabam se sentindo isoladas e desconectadas do ambiente corporativo. Garantir meios de comunicação eficazes para integrar esses colaboradores também é importante.

Incentivos e recompensas: a questão financeira também é muito importante. Prêmios em dinheiro, bônus, stock options, entre outros mecanismos de reconhecimento, sempre serão grandes estímulos.

Descompressão e criatividade: o sociólogo italiano, Domenico De Masi, tornou popular a expressão “ócio criativo”, reforçando a ideia do ser humano precisar se desconectar de sua intensa rotina diária para estimular sua capacidade de criar. A inclusão de áreas de lazer,  como salas de leitura, de jogos de vídeo game, pebolim, ping-pong e bilhar, são excelentes para se desconectar do operacional.

No Nube um lounge é disponibilizado aos colaboradores para liberar o estresse e divertir nos momentos de pausa. “Além de todos os fatores capazes de agregar ao meu rendimento, lá temos a capacidade de desenvolver e despertar a interação entre os funcionários de todos os setores. Isso é fantástico”, enfatiza Matheus Oliveira, executivo de contas.

Se cada um dos integrantes da equipe estiver envolvido e perceber o valor da sua contribuição para o todo, certamente a satisfação e a inovação vão surgir.

Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe