Você se sente pressionado pela “falta de tempo” com frequência? Acumula muitas tarefas e se perde em meio a execução delas? Cuidado! Você pode estar sofrendo de Síndrome da Pressa. Ela se caracteriza por um quadro comportamental de inquietação contínua e uma sensação de urgência cada vez maior. Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia esta matéria!

Segundo pesquisa da International Stress Management Association Brasil - ISMA-BR, 30% dos brasileiros já sofrem com o transtorno. A adversidade é estudada desde a década de 1980, com o objetivo de entender determinados comportamentos. Muitos pesquisadores ainda não sabem se o problema é causado pelo ritmo frenético enfrentado atualmente ou se é uma característica genética.

De acordo com Claudinei Novaes, executivo de gestão de carreiras, quem passa por ele não tolera atrasos. “Além disso, pode começar a se privar de períodos de sono e descanso a fim de executar mais atividades e, assim, pode desenvolver quadros de nervosismo e agressividade”, explica o especialista. Para ele, o mais alarmante são as consequências da avidez constante na vida das pessoas. “O mau humor oriundo da afobação e da frustração por não conseguir exercer mil e uma funções rapidamente prejudica as relações de trabalho. O profissional apressado também acaba perdendo em criatividade e, muitas vezes, comete erros os quais não ocorreriam em uma rotina adequada”, afirma Novaes.

Quem já sofreu por causa da precipitação em relação às horas foi Malu Araújo, gestora de negócios na OCC Química, em Campinas (SP). “Já fui muito impaciente, tinha  estresse e nenhum foco. Como resultado, minhas incumbências saíam um desastre, extremamente mal feitas”, conta. Hoje, ela aprendeu a executar os afazeres com tranquilidade. “É preciso organizar a agenda para fazer tudo com eficiência, em qualquer aspecto da vida”. O fundamental, na visão de Malu, é não pegar responsabilidades além da sua capacidade.

Claudinei recomenda, além do cuidado com a quantidade de ocupações, a auto observação. “Uma boa maneira de evitar o problema é ficar atento ao próprio comportamento e sinais de ansiedade, especialmente se isso for cada vez mais constante no dia a dia”, indica. Além disso, ele deixa outras dicas:

1. Desacelere o ritmo dos serviços e tente controlar o pensamento.
2. Execute sempre uma tarefa por vez e mantenha a concentração no trabalho atual.
3. Tenha um momento de lazer, de preferência sem tempo limitado.
4. Se possível, delegue tarefas. Não carregue tudo sozinho.
5. Tenha uma rotina de exercícios físicos e relaxantes, como meditação.
6. Escolha um momento da rotina e dos finais de semana para se afastar de equipamentos eletrônicos.

É válido lembrar: a Síndrome da Pressa tem a ver com a agonia e urgência em relação aos deveres. Diferencia-se de estresse em nível elevado. Fique atento aos sinais e cuide de seu bem-estar!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe