Possuir determinadas competências pode fazer a diferença tanto para conquistar uma vaga, como também para se destacar no ambiente de trabalho. Uma delas se relaciona com a tomada de decisões. Afinal, optar por um caminho ruim traz diversas consequências. Veja como diminuir as suas chances de se arrepender.

Segundo Nanda Ricci, coach de desenvolvimento humano, de Campinas, somos confrontados com essa necessidade o tempo todo, desde as mais simples, como “por qual tarefa posso começar?”, até as mais complexas, como “qual equipe devo alocar para um determinado projeto?”. “Essas escolhas vão determinar o quanto teremos sucesso em qualquer atividade. Por meio delas, surgem os resultados”, explica.

Essa questão para um profissional é fundamental, mas para um líder é indispensável. Não se trata de uma questão pessoal, mas de algo maior o qual vai interferir nos negócios e no trabalho da equipe. A partir delas, o processo se desenrola, tarefas são distribuídas, metas são criadas e procedimentos são implantados. “Quem se propõe a liderar deve se preocupar em fazê-la de forma estratégica e consciente.”, explica.

No entanto, para Nanda, não existe uma fórmula mágica para garantir melhores acertos, mas alguns pontos podem  te aproximar desse estado desejado.
                  
Aceite a responsabilidade e perda: toda definição implica em uma consequência, seja ela boa ou ruim. Se algo der errado, pense na solução e não em como seria se tivesse feito outra coisa.

Identifique o problema: entenda o cenário, qual a importância, quais questões estão envolvidas. A palavra chave aqui é o conhecimento sobre sua área e também sobre si mesmo.

Faça um levantamento: se basear apenas em percepções pessoais não é algo bem vindo nas empresas. Pesquise dentro e fora da organização, encontre informações e dados relevantes.

Busque uma orientação: coloque as opções em uma ferramenta para “pesar” as consequências de cada possibilidade.

Tome a decisão, aja e desapegue: é preciso agora tirá-la do papel. Algumas pessoas procrastinam sua execução, por não estarem seguras ainda. Nesse caso, faça o processo novamente. Se estiver mais convicto, coloque em prática e esqueça das alternativas eliminadas.

Para a gerente de negócios e produtos, da Lee Hetch Harrison, Judith da Cunha, um dos papéis do líder é ter a deliberação, pois ela valoriza o empoderamento do time como um todo para trazer melhorias. “Estabeleço um propósito claro, foco nos resultados e estou sempre perto da minha equipe, para assim, inspirar as outras pessoas”, conta.

Ter boas atitudes e ser exemplo são as melhores maneiras de motivar os seus colaboradores. Aposte nisso e conte sempre como Nube!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe