Cada vez mais presente na vida dos brasileiros, a Internet tem se mostrado uma grande ferramenta para todos. Nesse contexto, estão inseridos os portais onde a interação com amigos e seguidores é o objetivo principal. Tanto no ambiente pessoal, quanto no profissional, é necessário aproveitar essas plataformas e não cometer gafes. Veja estas dicas do Nube e saiba como!

Lucas Fonseca é palestrante motivacional com especialização em coaching. Para ele, vivemos na era da informação e a vida on-line tem papel fundamental em vários aspectos. “Essa nova forma de se comunicar certamente trouxe benefícios. Manter contato com pessoas distantes ficou fácil”, afirma. Justamente por isso, é necessário tomar alguns cuidados. “É importante definir um objetivo para estar em uma ou em várias mídias”, expõe.

Por que você usa as redes sociais? Essa foi a pergunta feita em uma pesquisa do Nube direcionada aos jovens. Com mais de 6 mil participantes, a alternativa mais votada, com 63% dos votos, foi “para fazer contatos”. Outros 25% utilizam por curiosidade e para acompanhar fotos, vídeos e postagens diversas. Dessa maneira, o especialista defende ser necessário ponderar. “Questione: o meu foco é dar visibilidade ao meu trabalho? À minha família? A uma ação social desenvolvida por mim?”. Fonseca ainda diz: “você pode até ter mais de um motivo, mas é preciso construir um perfil coerente com a sua meta central”.

Ainda de acordo com o palestrante, é necessário analisar qual imagem se está transmitindo. “Infelizmente, por falta de clareza nesse foco, muitos acabam se perdendo. Alguns pecam pela ostentação excessiva, outros se envolvem em polêmicas e levam os debates ao extremo”. Para ele, esses recursos oferecem um bom espaço para as pessoas se expressarem, mas é necessário tomar alguns cuidados para não ofender ninguém.

O coach ainda chama a atenção para outro aspecto vital nos dias de hoje. “Em tempos de proliferação de notícias falsas, as chamadas fake news, ter o seu perfil aliado a compartilhá-las pode ser bastante comprometedor”, explica. Ele finaliza dizendo: “como quase tudo, há sempre um lado positivo e um negativo. A grande questão está na dosagem. Se algo será bom ou ruim, vai depender da forma como nós vamos usar”.

Gabriella Pegoraro cursa psicologia na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas e estagia na área. Com foco no mundo corporativo, a universitária relata: “esses meios digitais têm papel fundamental para manter contato com profissionais da minha área, pois posso acompanhar seus trabalhos e fortalecer meu networking”, constata.

Seja qual for sua pretensão com o uso desse tipo de recurso, o bom senso é sempre a melhor saída. Nesse sentido, evite se expor demais e se preocupe com sua imagem. Assim, você conquistará mais respeito e chamará a atenção de recrutadores e gestores para o seu perfil. Agora, o Nube quer saber: você acredita fazer um bom uso das redes? Comente em nossas páginas!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe