Ao chegar no mundo corporativo, um empreendedor conta com objetivos e desafios bem diferentes de uma empresa tradicional. Enquanto instituições “normais” têm como foco principal o lucro e a concorrência, as novas corporações precisam se consolidar dentro de um modelo de negócios inovador, por meio de produtos ou de serviços de valor. Se você está pensando em abrir seu próprio negócio e logo conseguir fundos para contratar uma equipe de peso, com estagiários, aprendizes e efetivos, leia nossa matéria e veja o caminho das pedras!
 
Contar com um investidor pode fazer toda a diferença para sobreviver no início de seu estabelecimento, ou mesmo, alavancar-se no mercado. De acordo com a pesquisa “100 Startups to watch 2018”, a dificuldade de encontrar um patrocinador lidera o topo da lista dos obstáculos de um projeto ainda em início. “As principais barreiras mencionadas pelas startups do ranking são: captar dinheiro para o desenvolvimento de produtos e estratégias comerciais, formar base inicial de usuários pagantes, contratar e reter profissionais qualificados (principalmente programadores e analistas) e os custos de infraestrutura física e tecnológica”, explica Claudia Wilson, Diretora de Inovação e Empreendedorismo da Assespro-RJ e CEO da BeezStudio.

Por isso, adotar algumas medidas pode significar um diferencial na hora de causar uma boa impressão e conseguir o aporte necessário.
 
1. Tenha um bom Plano de Negócios: existem diversas metodologias para sua elaboração. É o caso, por exemplo do Canvas Business Model. A ferramenta auxilia a avaliar a viabilidade do seu projeto.
 
2. Capriche no seu pitch: consiste em uma apresentação concisa, cujo conteúdo demonstra como seu pensamento é viável e tem potencial para se desenvolver. Seja breve e sucinto, mantendo o foco na potencialidades de evolução.
 
3. Conte com uma assessoria de imprensa: com o desenvolvimento das tecnologias e da mídia digital, além de serviços bem mais acessíveis, o empreendedor também já tem serviços especializados e focados em seu segmento. Ter um bom clipping pode significar algumas casas na frente na hora de negociar um investimento.
 
Alexandre Machado é sócio da Cedro Capital e explica um pouco sobre os atuais dados do mercado. “Nos últimos oito meses, o número de Fintechs no país subiu de 309 para 377, um aumento de 22%. Isso mostra como o ritmo de crescimento do ramo continua acelerado. No ano passado, o índice havia sido de cerca de 40%”, enfatiza. Em meio a uma realidade cada vez mais competitiva, sair na frente e se destacar é essencial.

Gostou das dicas? Fique de olho em nossas matérias e atualize-se!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe