Com um mercado competitivo, ter destaque é fundamental. No entanto, optar por assumir diversas responsabilidades pode não ser uma boa saída. Afinal, sobrecarregar uma única pessoa com prazos e resultados, acaba prejudicando a saúde emocional e física. Saiba mais em nossa matéria!

Nesse contexto, muitos acabam desenvolvendo a síndrome de Burnout, conhecida como esgotamento profissional. Segundo pesquisa realizada pelo Isma, International Stress Management Association, 30% dos mais de 100 milhões de trabalhadores brasileiros sofrem com esse distúrbio. Os principais sintomas são a sensação de exaustão e cansaço.
 
Segundo Marcelo Liutti, headhunter da Trend Recruitment, um ambiente de trabalho tóxico, com acúmulo de funções, excesso de carga horária e pouco tempo para realizar as atividades favorece a possibilidade de estimular a síndrome. “O melhor antídoto é uma comunicação clara e transparente com o líder. Ele precisa aliviar a tensão e demonstrar a importância em ter aquele profissional na organização”, explica.

Para Raquel Torres, estudante de gestão de Recursos Humanos, da Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro, estar nessa situação é algo negativo, pois impacta no seu rendimento, gera fadiga e desmotivação. Quando isso acontece é preocupante, pois os resultados não agradam. Para isso, ela optou pela organização. "É fundamental para manter a produtividade e qualidade no desempenho", conta.

Assim, para Liutti, a pessoa precisa treinar sua inteligência emocional para aguentar a pressão, sem deixar de comprometer sua saúde. “É preciso bom senso de todas as partes envolvidas a fim de evitar problemas mais graves. É um esforço conjunto entre o colaborador, o departamento de recursos humanos e os gestores da empresa”, indica. Para contornar isso, o especialista separou algumas dicas para quem passa por períodos de sobrecarga:

Organização: estabeleça agendas e defina prioridades junto à chefia para as tarefas serem cumpridas por ordem de importância.

Automatize: olhe com atenção para os processos e encontre padrões em determinadas tarefas. Busque automatizá-los para ganhar tempo.

Estabeleça tempo para cada tarefa: defina horários para cada função e se comprometa a cumprir o acordo. Há tempo para trabalhar e também para se divertir.

Exercite-se: a prática de atividades físicas auxilia no alívio das tensões. Escolha uma do seu agrado e pratique com frequência. 

Incentive happy hours: procure ter momentos de descontração. Almoços em um ambiente amistoso certamente favorecem a dedicação e foco nos resultados.

Comemore: celebrar as pequenas e as grandes conquistas do grupo é fundamental! Isso ajuda a fortalecer os laços.

Aprenda a dizer não: se você ainda se sentir pressionado, talvez seja a hora de estabelecer o seu limite. Dizer não ao outro pode ser um grande sim a nós mesmos.

Seu bem-estar deve vir sempre em primeiro lugar. Portanto, encontre alternativas a partir disso para crescer na carreira e ter um futuro promissor! O Nube acredita no seu talento!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe