Mais de 124 mil jovens entraram no mercado de trabalho, este ano, por meio da Lei da Aprendizagem Profissional. Um balanço apresentado pelo Ministério do Trabalho aponta a admissão de 124.730 trabalhadores na condição de aprendizes, entre janeiro e março de 2018. O estado com mais contratações foi São Paulo, seguido de Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

De acordo com a legislação brasileira, todas as empresas de médio e grande portes devem manter em seus quadros de funcionários adolescentes e jovens entre 14 e 24 anos, na modalidade aprendiz. As cotas variam de 5% a 15% por estabelecimento. No total, nosso país já contabiliza mais de 3,3 mil profissionais do tipo, contratados desde 2005.

Segundo o diretor de Políticas de Empregabilidade do Ministério do Trabalho, Higino Brito Vieira, o balanço prévio mantém o ritmo dos anos anteriores. “Nosso país teve um aumento no interesse por esses colaboradores desde a sua criação, mas os índices poderiam ser melhores. Ainda é um desafio convencer os empregadores de como essa mão de obra pode ser vantajosa para as organizações”, explica. Para ele, é uma oportunidade de formar seus próprios talentos desde o início. “O retorno é a qualidade no serviço prestado”, garante.

Dentre os setores com maior demanda estão a Indústria da Transformação, com 41.098 admissões, e o comércio, com 27.556. As ocupações nas quais os jovens tiveram mais oportunidades foram as de auxiliar de escritório e assistente administrativo. Contudo, tiveram destaque também as funções de mecânico de manutenção de máquinas, vendedor do comércio varejista e repositor de mercadoria.

Amora Rodrigues é coordenadora do Instituto Saber Aprendizes no Rio de Janeiro. Com uma vivência diária no setor ela enxerga o programa como um grande instrumento de mudanças. “Além de promover a inserção de uma parte da população excluída do mercado, seja por não ter experiência, ou por estar em vulnerabilidade, também proporciona condições para o desenvolvimento integral, por meio do crescimento pessoal e profissional. Logo, as empresas contribuem para a transformação social e econômica de nosso país”, assegura.

Você é gestor e ainda não conta com essa juventude em seu time? Mude essa realidade agora mesmo. Conte com o Nube nessa trajetória!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe