Você já ouviu falar na “rádio peão”? Esse termo é usado para classificar as famosas fofocas e boatos, geralmente com informes corporativos e confidenciais, os quais podem causar conflitos e prejudicar o clima organizacional. Se você é estagiário ou aprendiz e quer se destacar no mercado competitivo, uma valiosa dica é fugir dessa rede de notícias de cunho duvidoso. Quer saber mais? Então veja estas dicas!

Com o advento da tecnologia, do mundo da Internet e das redes sociais, os jovens, cada vez mais, replicam todo tipo de informação. Entretanto, as “conversas de corredor” não podem ser transmitidas da mesma forma. Em uma pesquisa para entender como os estudantes reagem à essa questão, o Nube perguntou: como lidar com a fofoca no ambiente de trabalho? Com mais de 8 mil votos, 39,66% dos participantes disseram: geralmente, evito passar para frente essas “conversas”. Já outros 38,71%, não tem o hábito de fofocar.

Fernanda Aura estuda administração na faculdade Anhanguera, de Campinas. Para ela, é inevitável estar em uma organização sem fuxicos. “Depende de quem participa disso, ou não. É uma questão desagradável para o ambiente corporativo. Tento fugir ao máximo desses casos, pois pode atrapalhar meu rendimento”, afirma.

Para Reinaldo Passadori, presidente do Instituto Passadori, em São Paulo, existe uma forma de atenuar essa questão e reduzir a quantidade de ruídos prejudiciais à saúde de um empreendimento. “É quase impossível eliminar a rádio peão, pois sempre há alguém querendo passar notícias ‘em primeira mão’. Porém, os caminhos para minimizar os impactos existem, basta a empresa agir de forma clara, sem tentar ocultar dados de seus colaboradores, exceto em situações as quais exijam sigilo”, diz.

Além disso, o especialista afirma: se são frequentes as conversas de corredor, maior é a importância da qualidade da comunicação de uma instituição. “Se os líderes souberem se comunicar de maneira eficiente, ampliarão as chances de impedir a disseminação de fatos equivocados”. Para Passadori, essa não é uma tarefa difícil. “Faça uma análise para observar como está o processo de diálogo no seu negócio. Se algo pode ser feito para melhorar o ambiente, as relações e a lucratividade, por que não começar hoje a pensar nesse processo?”, complementa.

O profissional ainda afirma: quem se preocupa com esses pontos, está fadado ao êxito, principalmente pelo fato de propiciar condições para as relações entre as pessoas ocorrerem de forma clara e coerente.

Portanto, fique atento e não caia nessa! Sair espalhando “futricas” por aí, não está com nada. Seja responsável e sério. Só assim, conseguirá sucesso em sua trajetória. O Nube acredita em seu potencial!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe