Você passou por um programa de aprendizagem, iniciou a faculdade, fez um estágio e tem como objetivo alçar voos maiores? Se a vontade é abrir seu próprio negócio, tenha consciência de uma grande mudança. Sair da segurança de um emprego, diretamente para a responsabilidade de comandar a sua organização, é um grande desafio.

Assim aconteceu com Simone Carreira, ex-profissional de marketing. Ao ser dispensada pela corporação na qual atuava, decidiu não trabalhar mais longe de sua casa, pois não suportava o fato de ficar tanto tempo presa no trânsito e longe dos filhos. Com o decorrer dos dias, até surgiram propostas de emprego, mas todas distantes de onde residia. Percebendo essa dificuldade, a executiva decidiu partir para o seu empreendimento.

“Após longas pesquisas, vi nas franquias o melhor modelo para o meu caso”, conta. Assim, ela adquiriu uma unidade da rede Mary Help. “Não me arrependo em nenhum momento de ter mudado de segmento. Estou feliz, realizada e conseguindo equilibrar melhor minha vida pessoal e profissional”, ressalta Simone.

Para ela, o sucesso veio com a dedicação e esforço. “A grande preocupação com a qualidade no serviço realizado junto aos clientes e os cuidados na hora de recrutar profissionais, também fizeram a diferença nos resultados positivos”, revela.

Entretanto, não só de dias bons vivem os novos empresários e algumas dificuldades passam a fazer parte da rotina. O mentor de pequenas e médias empresas, Marcus Marques, fala sobre algumas:

Manter a disciplina: não ter um chefe para impor horários e delegar tarefas não significa não ter atividades para fazer. O segredo é se planejar todos os horários, tanto de trabalho quanto de lazer.

Administrar o capital: é importante se organizar financeiramente para conseguir reunir todo o dinheiro necessário para dar início à companhia. Uma saída pode ser um fundo de investimentos. Lembre-se de ter também um capital de giro para cobrir as despesas de seu funcionamento até ter lucros.

Contratar as pessoas certas: é fundamental construir uma equipe forte e flexível para se adaptar as possíveis mudanças. Ao realizar um processo de seleção, foque no candidato pronto para desafios e o qual acredite no futuro do negócio.

Conhecer o seu público-alvo: um erro bastante comum é começar sem ter um profundo conhecimento a respeito do seu cliente. Se você quer vender seus produtos ou serviços, é fundamental saber quem serão os seus compradores em potencial.

Impostos: a carga tributária no Brasil é bastante alta, além de ser complexa, pois existem tributos exclusivos apenas ao estado. Por isso, é muito importante contar com o suporte de profissionais capacitados para te ajudar nessa missão.

Burocracia: muitos papéis precisam ser apresentados, guias, registros etc.

De acordo com o escritório em Guarulhos, Libano Contabilidade, o dia a dia de um empresário será bem mais intenso se comparado ao de um empregado. “De modo geral, há sempre muitas responsabilidades, pessoas a atender, equipe para gerenciar, problemas para resolver e inúmeros imprevistos estressantes”, explica. Por isso, a dica é estar preparado para uma nova rotina!

Boa sorte!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe