Em momentos de crise, principalmente, alterações são feitas em corporações, visando sua sobrevivência no mercado. Entretanto, muitas dessas ações são recebidas de forma negativa por seus colaboradores. Cobranças, instabilidade e acúmulo de funções são capazes de desmotivar e atrapalhar o desenvolvimento de quem está trabalhando, estagiando ou atuando como jovem aprendiz. Portanto, se atente às dicas separadas nesta matéria e veja como é possível contornar o cenário ruim!

O desemprego continua alto e a incerteza em relação à economia parece estar longe de ter um fim. As pressões por conta disso são inúmeras e o descontentamento pode se fazer presente na rotina dos brasileiros. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, 56% dos trabalhadores estão insatisfeitos com sua posição. Porém, segundo Léo Alves, empresário, coach de vida e carreira, de São Paulo, é necessário estar preparado para situações como essa, quando há dúvidas sobre o futuro. “A frustração e os traumas vêm, principalmente, se processamos as mudanças de maneira negativa, quando deveríamos ter uma visão mais holística e entendermos as causas das angústias”, afirma.

Além disso, para o especialista, quem está aborrecido em uma instituição, deve questionar e analisar as origens desse sentimento. “Nesses casos, a autoavaliação é o primeiro passo para entender o real estímulo para esse desagrado. É crucial reconhecer o valor do seu trabalho, para se sentir mais estimulado”. Alves ainda afirma: toda experiência, por mais dura e difícil, deve ser proveitosa e, cedo ou tarde, outras oportunidades vão surgir. O empresário ainda dá uma dica: chegue à raiz da desmotivação. Só assim, é possível encontrar maneiras concretas e assertivas de solucionar o problema e se tornar um profissional cada vez mais evoluído. Isso favorece seu destaque perante a competitividade no ambiente corporativo.

Heloísa Morais cursa psicologia na Pontifícia Universidade Católica (PUC), em Campinas. Para ela, toda decepção no universo dos negócios é reversível. “Mesmo com pequenos detalhes, já posso ficar motivada”, afirma. De acordo com a universitária, é fundamental procurar novos desafios em suas vivências. Portanto, é possível manter sua alegria mesmo com um ambiente menos favorável. Além do mais, é papel da corporação fornecer uma plataforma para ouvir seus colaboradores e, esses, por sua vez, devem sempre dialogar e buscar orientações de seus líderes sobre quais são os melhores passos a seguir.

Assim, as duas partes conseguem se direcionar corretamente a metas assertivas para contornar o momento de instabilidade. Promover uma boa comunicação é papel de todos. Portanto, faça sua parte e aproveite suas oportunidades de desenvolvimento ao máximo. Só assim, você conquista cada vez mais espaço no mundo corporativo!

Agora, faça seu plano de metas para esse ano e pondere: quais atitudes tomar para me manter determinado e engajado? Responda essa pergunta com um comentário em nossas redes sociais! O Nube te deseja sucesso!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe