A disputa por uma vaga, leva muitos candidatos a terem medidas questionáveis. Por exemplo, mentir em uma entrevista de estágio ou emprego. Essa atitude, pode funcionar a princípio, em relação a contratação. No entanto, sustentar uma inverdade pode cair por terra em algum momento. Mesmo assim, algumas são comuns e já são marcadas. Quer saber quais são? Leia nossa matéria.

Por conta da grande concorrência, muitos jovens se sentem inseguros em relação ao seu potencial e encobrem alguns assuntos por medo de causarem uma má impressão.  Contudo, uma hora a verdade vem à tona. Basta ao recrutador acessar as redes sociais e buscar mais informações sobre os entrevistados. Resultado: você perde uma boa oportunidade. Portanto, seja transparente e não corra esse risco.

Veja o top dez de mentiras mais contadas nas entrevistas. Atenção! Todas elas podem ser checadas, facilmente.

1. Fluência no idioma: afirmar ter conhecimento em inglês ou espanhol.

2. Os motivos de demissão: dar justificativas por cortes, reestruturações e esconder a verdadeira razão.

3. Prazo de permanência: ter medo de ser eliminado pelo "pouco tempo de casa".

4. Local de sua residência: colocar endereços mais próximos da empresa, com receio de nem ser convidado por conta de quantas conduções o trajeto exige.  

5. Competências: afirmar ser proativo, ter bom relacionamento interpessoal e gostar de trabalhar em equipe.

6. Cargo e as atividades anteriores: declarar ser líder, quando na verdade nunca teve uma equipe.

7. Trabalhos anteriores: dizer ter feito parte de grandes corporações, pois por meio dessa experiência, acredita ter mais chance.

8. Cursos e certificações: relatar conhecimentos e técnicas inexistentes.

9. Hobbies e hora de lazer: não falar, por exemplo, sobre esportes radicais e artes marciais, pois são considerados perigosos e arriscados.

10. Condições de saúde: ocultar doenças crônicas como diabetes, hipertensão ou cardiopatias.

A headhunter e recrutadora Luciana Tegon, sócia-diretora da Consultants Group by Tegon, recomenda ao candidato ser verdadeiro nesse momento, pois a autenticidade é um ponto crucial. “É importante narrar sua trajetória de carreira de uma forma a valorizar seus conhecimentos e pontos fortes. Afinal, na disputa pela vaga vencerá quem reunir a maior quantidade de atributos buscados pela organização”, explica.

Na visão de Vitor Gomes, estagiário na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, não vale a pena omitir certas questões. “A avaliação é mais aprofundada e não uma checagem de características”, argumenta. Assim, para o universitário, dizer como realmente é, se torna positivo, pois ao contribuir com uma equipe, estará presente ‘quem você é’ e não ‘quem foi criado’ a partir de algumas invenções.

Portanto, seja você mesmo! Acredite em seu talento e vá atrás de uma oportunidade.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe