Um dos fatores mais relevantes para o sucesso de uma equipe é o bom ambiente ocupacional na qual ela está inserida. Por isso, é necessário identificar como está o clima em sua empresa, para fazer ajustes necessários ou manter os acertos.

O meio interfere diretamente na produtividade, motivação e engajamento dos colaboradores. “A cultura, os padrões de relacionamento, as ferramentas de trabalho e a liderança tem impacto direto no engajamento e na motivação interna, por isso, é fundamental garantir níveis satisfatórios em cada fator, e um levantamento frequente é a base para as ações de melhoria”, garante a empresa Insight Gestão, no Rio de Janeiro.

O especialista em Recursos Humanos da Woli, Rafael Ramalho, separou um passo a passo para quem precisa realizar uma pesquisa de clima organizacional. A proposta é entender como os funcionários interagem entre si e quais as suas percepções.

Metas: primeiro é necessário definir quais pontos pretende-se identificar e em quais indicadores ela deverá focar. É possível analisar o relacionamento interpessoal, sentimentos e reações referentes a um determinado benefício, ou até mesmo como está a comunicação entre os setores da companhia.

Na prática: o estudo pode ser feito com formulários impressos ou com o uso de ferramentas on-line. O período de realização não deve ser muito extenso, apenas o suficiente para todos terem condições e tempo hábil para responder.

Colhendo os frutos: para um diagnóstico preciso é interessante o setor de recursos humanos ser rápido na análise. Após identificar as fraquezas e as fortalezas, será desenhado o plano de ação para intervir onde for necessário.

Transparência: é relevante os participantes conhecerem os resultados, mesmo não sendo dos mais animadores. Afinal, tal atitude demonstrará o compromisso com a clareza do projeto, bem como enfatizará a disposição da empresa em se aprimorar.

Mudanças: por fim, é necessário alterar os pontos negativos e dar continuidade aos bem avaliados. Assim, ficará em evidencia a preocupação com a satisfação e o bem-estar geral.

No Nube, a avaliação já foi aplicada e rendeu ótimos retornos. “Conseguimos identificar pontos de insatisfação, os quais muitas vezes passavam despercebidos. São alguns exemplos: a falta de equipamentos mais confortáveis para o desempenho das atividades, ou a necessidade de estabelecer uma rotina mais frequente de feedbacks formais”, explica a analista de treinamento, Jéssica Alves.

De acordo com ela, a dica para obter resultados eficazes é garantir o anonimato dos colaboradores. “Assim, você tem um estudo claro, além de aumentar a satisfação do grupo, bem como a diminuição do turnover, possibilitando a retenção de talentos engajados e motivados!”, incentiva.

Pronto para aplicar em sua companhia?

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe