Como seria bom se todos já nascessem sabendo qual direção seguir, não é mesmo? Questionamentos sobre os rumos escolhidos para a carreira podem surgir em vários momentos. O primeiro deles é a partir do ingresso no mercado de trabalho ou até mesmo na faculdade. O segundo, quando passamos por uma demissão. A crise financeira afetou a vida de muitos, incluindo gestores e estagiários. Se reorientar pode ser interessante nos momentos de dúvida. Saiba como é possível dar uma repaginada em seus objetivos e metas!

A Hays realizou uma pesquisa, ainda em 2016, para descobrir a quantidade de líderes desempregados. Foi constatado: 20% dos analistas, gerentes e presidentes de empresas instaladas no país chegaram ao fim de 2015 sem emprego. A instabilidade também impactou a vida dos universitários: a temporada de estágios concentra o maior período de abertura de oportunidades para estudantes entrarem no mundo corporativo. Em levantamento feito pelo Nube, nessa época em 2015, foram disponibilizadas 34,5 mil vagas. Já em 2016, 31 mil, uma queda de 10,1%. Só em 2018, os números voltaram a ser significativamente animadoras: 35 mil vagas foram oferecidas.

No Rio de Janeiro, Miriam Gold atua como especialista em outplacement, uma técnica de reinserção de funcionários de altos cargos. Com sua experiência, ela diz: quando alguém é demitido, o racional até compreende os motivos do desligamento. Porém, o emocional pode reagir diferente. “O colaborador se sente traído, pois a corporação a quem ele se dedicou, às vezes por anos, o descarta”. Segundo a consultora, é necessário reestruturar sua autoestima. “Uma das ações tomadas por mim é o resgate dos casos de sucesso. Levantar quais atitudes dele obtiveram êxito”, explica.

Embora muitas recolocações estejam relacionadas aos despedimentos, as causas não são essas, exclusivamente. Há uma grande parcela de quem busca novas vertentes nessa situação por não se adaptar ao ramo nos anos iniciais de faculdade. Gabrielle Neves se enquadra nesse perfil. Segundo ela, “é uma decisão bastante difícil modificar o seu foco, pois você pensa indiretamente em ‘começar do zero’. Há muita insegurança envolvida, pois requer, também, bastante coragem”, diz.

A jovem está estudando e se preparando para prestar psicologia nos vestibulares deste ano e garante: “se dar a chance de experimentar diferentes áreas é uma maneira de descobrir a sua”. Segundo Gabrielle, na prática, você consegue saber com certeza os prós e os contras e isso não é possível apenas na teoria. Porém, a jovem defende: trocar de rotas não é perda de tempo. “É um meio de aprender o porquê você não se encaixa ali. Uma forma de autoconhecimento, sem contar os pequenos aprendizados obtidos, pois eles podem ser úteis”.

Para Miriam, é comum passar por momentos de indecisão ao entrar no mundo universitário. Por isso, é importante, para o futuro graduando, conversar com seus pais e professores para entender suas vontades e analisar se aquela é a vocação certa a seguir. “Ele deve ser maduro para poder mudar sua trajetória, pois isso deve ser feito de maneira sustentável. Ou seja, ponderar friamente, com auxílio dos mais experientes, como será, de fato, o exercício daquela ocupação”, aponta.  

"Alguns acabam não procurando o outplacement com receio de investir ou contratar um especialista da área, pois entendem isso como um custo e não como investimento", diz a especialista. Porém, isso acaba atrasando ainda mais a reposição dele. Para ela, é importante averiguar, junto de um coach suas competências, como você pode aproveitá-las e em qual nicho elas se encaixam. Miram finaliza: “Alguns ficam se questionando sobre suas decisões por dez anos e, por isso, perdem várias oportunidades. Carreira é sinônimo de vida e realização e deve ser tratada como tal. Então, deve-se pensar seriamente no assunto, mas tomar decisões”.

Com essas dicas, você já terá mais facilidade para mudar seus rumos. O Nube acredita em seu potencial e deseja muito sucesso em sua caminhada!

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe