A tecnologia trouxe grandes avanços para a população. Acelerou processos, elevou a comunicação a outro patamar e possibilitou mais agilidade. No mercado de trabalho não foi diferente e modificou também a forma como as oportunidades chegam aos candidatos. De olho nessa mudança de comportamento digital, o Nube – Núcleo Brasileiro de Estágios fez uma pesquisa com a seguinte questão: “Qual maneira você acha mais prática para receber vagas de estágio ou aprendizagem do Nube?”. O resultado apontou o envolvimento e conectividade da juventude.

O estudo ocorreu entre 30 de outubro e 10 de novembro e contou com a participação de 36.560 pessoas entre 15 e 26 anos, de todo o Brasil. Dentre as respostas mais citadas, o “e-mail” obteve 44,11% dos votos, ou seja, foi indicado por 16.127 jovens. No entanto, segundo Lizandra Bastos, analista de treinamento do Nube, quem prefere esse canal tem de ficar duas vezes mais atento. “Com a alta concorrência, um processo seletivo se encerra em poucos minutos. Logo, ao receber uma mensagem eletrônica, é preciso ser o mais rápido possível em se candidatar, para não perder a chance de participar daquele recrutamento”, explica.

Na sequência, 26,64% (9.738) optaram pelo “SMS” e o alto índice só enfatiza ainda mais como o celular, hoje, é quase uma extensão dos indivíduos. “Estamos sempre com ele, em todos os lugares e, em uma seleção, os concorrentes  podem se sentir mais seguros, pois receberão nosso contato bastando ter o sinal de sua operadora telefônica, independentemente se o pacote de dados acabou ou não.”, ressalta.

Para 15,09% (5.516), a “ligação” ainda é o melhor caminho. Mesmo sendo um dos meios mais antigos, ainda é muito utilizado. “Isso ocorre por conta da simplicidade e eficiência”, enfatiza a especialista. Contudo, vale um alerta: “muitos perdem a chance exatamente por não atenderam a chamada na hora. Por conta do número de estudantes ser maior em relação à demanda, quem conversa na hora, pode garantir seu espaço frente aos demais”, assegura. Já na visão de 7,59% (2.775), o “aplicativo do Nubevagas” é a preferência. Por ser prático e intuitivo, podendo ser utilizado em qualquer local e horário, potencializa as chances de sucesso. “Basta apenas ter Internet e instalá-lo no Smartphone. Ou seja, se tornou uma mão na roda”, brinca Lizandra.

Há também quem vai por conta própria em busca de uma oportunidade e, assim, 5,75% (2.104 votantes) disseram “preferir agendar entrevistas no site do Nube”. De acordo com a analista, esse é um recurso excelente, no qual é possível procurar em tempo real as vagas abertas. “Muitos saem na frente com essa proatividade”, comenta.

Por fim, 0,82% (300) ficam atentos às “notificações em seu Facebook”. O baixo número de respondentes para essa alternativa pode estar ligado ao fato da grande maioria das pessoas separar as atividades pessoais e profissionais e entender essa rede como uma ferramenta social. “Todavia, na busca por uma chance no mundo corporativo, toda opção é válida”, incentiva.

Na procura pela posição dos sonhos em uma empresa, é fundamental mostrar interesse e se empenhar. “Portanto, recomendo manter os contatos no site do Nube sempre atualizados! O currículo é o principal aliado, então é preciso elaborar com cuidado! Não existe fórmula mágica, cada um tem de se dedicar ao máximo!”, finaliza Lizandra.

Serviço: pesquisa revela por qual meio jovens preferem receber vagas.
Fonte: Lizandra Bastos, analista de treinamento do Nube.

Sobre o Nube
Desde 1998 no mercado, o Nube oferece vagas de estágio e aprendizagem em todo o país. Possui mais de 7.500 empresas clientes, 14 mil instituições de ensino conveniadas no Brasil e já colocou mais de 750 mil pessoas no mercado de trabalho. Também administra toda a parte legal e realiza o acompanhamento do estagiário e aprendiz por meio de relatórios de atividades.
 
Anualmente, são realizadas 11 milhões de ligações, enviados 3,2 milhões de SMS e encaminhados 750 mil candidatos. O banco de dados conta com 4,5 milhões de jovens cadastrados e todos podem concorrer às milhares de oportunidades oferecidas mensalmente Para facilitar a vida dos cadastrados, foi desenvolvido um aplicativo no Facebook para publicação das vagas.
 
O Nube também está presente nas principais redes sociais Twitter, Google+, Linkedin e Youtube. Com a TV Nube, oferece conteúdos voltados à empregabilidade, dicas de processos seletivos, currículos, formação profissional, entre outros. O cadastro é gratuito e pode ser feito no site www.nube.com.br.

Compartilhe