No mundo corporativo, o colaborador acaba sendo o cartão de visitas da empresa, afinal é quem faz o primeiro contato com o ambiente externo e expõe a missão e cultura da organização. Pensando nisso, o Nube – Núcleo Brasileiro de Estágios realizou uma pesquisa com 43.573 jovens, de 15 a 26 anos, em todo o Brasil, com a seguinte questão: “Qual a primeira coisa que você presta atenção quando conhece alguém no ambiente profissional?”. O resultado mostrou como é importante estar alinhado aos padrões do mercado.

O estudo ocorreu entre 16 e 27 de outubro e contou com cinco opções de resposta. Dentre elas, uma se sobressaiu desde o princípio. Assim, para 63,13%, ou 27.506 respondentes, a “postura” é o ponto mais impactante. De acordo com Eva Buscoff, gerente de treinamento do Nube, ela corresponde a nossa atitude, como nos comportamos e nos relacionamos com o outro. Demonstra a maneira de ver e entender a corporação, com comprometimento, respeito e motivação. “Coluna ereta, gestos abertos e contato visual, demonstrando receptividade e humildade, são comportamentos essenciais a um funcionário”, explica.

Em segundo lugar, com 20,85% dos votos (9,085) as “palavras” foram apontadas como mais perceptíveis. Falar bem é requisito básico para qualquer atuação. Essa competência não significa apenas ter um vocabulário amplo, português correto e boa dicção. Vai muito além, é saber quais coisas precisam ser ditas, quando e de quais formas. “Hoje, se expressar corretamente significa conseguir se relacionar fazendo uso da inteligência emocional”, ressalta a especialista.

Para 13,28% (5.788), as “roupas” chamam mais atenção. A vestimenta é e sempre será um dos componentes principais da apresentação pessoal. “Quando alguém se veste em desacordo com quem é e com a ideia a ser transmitida, dificulta o processo comunicativo”, comenta Eva. Logo, é preciso fazer a seguinte pergunta: “Qual tipo de marketing pessoal desejo fazer?”. “Se for o de alguém engajado e inovador, uma roupa desleixada e incongruente com os valores da empresa, certamente, não contribuirá para a imagem desejada”, enfatiza.

A “voz” foi apontada por 2,23% (970 respondentes) como o primeiro fator a se observar. De acordo com pesquisas americanas, 38% de nosso poder comunicativo está relacionado ao timbre. “Não há um tom certo ou errado, mas dosá-lo, de forma a evidenciar o sentimento e ideia transmitida, é fundamental”, afirma a gerente.

Por fim, 0,51% (224) disseram ser as “mãos”, o foco principal. De fato, elas são os verdadeiros protagonistas da gesticulação corporal e importantíssimas na comunicação. “Possuem o poder de sublinhar palavras durante a mensagem transmitida. Colocar o dedo indicador sobre os lábios, por exemplo, dispensa o uso de qualquer fala sobre silêncio”, enfatiza.

De maneira geral, para causar uma boa impressão, quatro dicas são importantes:

1. Ser coerente, versátil e fugir de estereótipos.

2. Adotar atitudes receptivas e praticar constantemente o hábito de não julgar, não rotular. O preconceito é um limitador de talentos.

3. Sorrir, olhar nos olhos, escutar as pessoas.

4. Estar sempre aberto para aprender!

“É essencial se portar conforme manda o ambiente de trabalho e as normas da empresa. Ou seja, não confunda informalidade com descuido e negligência”, finaliza Eva.

Fonte: Eva Buscoff, gerente de treinamento do Nube
Serviço: jovens revelam qual fator chama mais atenção quando conhecem alguém no ambiente de trabalho.

Sobre o Nube
Desde 1998 no mercado, o Nube oferece vagas de estágio e aprendizagem em todo o país. Possui mais de 7.500 empresas clientes, 14 mil instituições de ensino conveniadas no Brasil e já colocou mais de 750 mil pessoas no mercado de trabalho. Também administra toda a parte legal e realiza o acompanhamento do estagiário e aprendiz por meio de relatórios de atividades.
 
Anualmente, são realizadas 11 milhões de ligações, enviados 3,2 milhões de SMS e encaminhados 750 mil candidatos. O banco de dados conta com 4,5 milhões de jovens cadastrados e todos podem concorrer às milhares de oportunidades oferecidas mensalmente Para facilitar a vida dos cadastrados, foi desenvolvido um aplicativo no Facebook para publicação das vagas.
 
O Nube também está presente nas principais redes sociais Twitter, Google+, Linkedin e Youtube. Com a TV Nube, oferece conteúdos voltados à empregabilidade, dicas de processos seletivos, currículos, formação profissional, entre outros. O cadastro é gratuito e pode ser feito no site www.nube.com.br.

Compartilhe