De acordo com dados do Censo Inep/MEC 2012, há 7.037.688 alunos no Ensino Superior no Brasil. Desses, 19,5% estão matriculados em cursos de licenciatura. Ou seja: todos são preparados, durante a graduação, para se tornarem professores do ensino médio e fundamental. Mas será esse o sonho de carreira desses jovens? A questão foi o tema da última pesquisa realizada pelo Nube, entitulada "Você tem vontade ser professor de ensino fundamental ou médio?"
 
A enquete ficou disponível de 02/12 a 13/12 e contou com a participação de 6.910 internautas. As alternativas foram "Sim, tenho vocação para ensinar", "Já tive vontade, mas desisti pelas más condições", "Não, é uma profissão cada vez menos valorizada" e "Sim, apesar de ter um baixo salário".
 
A vencedora foi "Não, é uma profissão cada vez menos valorizada" com 40,07%. Para Henrique Ohl, Analista de Treinamento do Nube, esse pode ser um reflexo das manifestações, iniciadas no meio de 2013. "A população não está satisfeita com a educação de maneira geral. Além disso, a faixa salarial destes profissionais está abaixo da maioria das outras carreiras, tornando-a menos atraente", comenta.
 
Em seguida, veio "Sim, tenho vocação para ensinar", com 28,93%. "Em se tratando de professores, a felicidade está muito mais relacionada ao desejo profissional quando comparada ao salário. Quem ´nasceu com o dom´ tem facilidade para atuar e, consequentemente, mais motivação para trabalhar", explica Ohl.
 
Em terceiro, com 19,70% ficou "Já tive vontade, mas desisti pelas más condições". Com isso, a soma das duas respostas negativas totaliza 59,77% dos votos, servindo como um alerta para um possível "apagão" de educadores.
 
Por fim, "Sim, apesar de ter um baixo salário" terminou com 11,30%. "Tão importante quanto a dedicação é a reinvidicação por melhorias de salários e condições de trabalho. O futuro deve ser construído pelos adultos de hoje, não pelos de amanhã", finaliza Ohl.
 
Embora o número de formados aumente a cada ano, pesquisas revelam o desinteresse pelo carreira de educador. De acordo com dados do Ministério da Educação (MEC), só nas áreas de Matemática, Física e Química, o déficit é de 170 mil posições. Outro levantamento, realizado pelo Inep, mostra uma realidade preocupante. Cerca de 53,5% dos docentes do ensino médio público e particular não tem a formação ideal para lecionar; ou seja, o diploma de licenciatura.
 
O Nube possui diversas fontes para comentar sobre o assunto.
 
Serviço: Pesquisa revela como os jovens enxergam a carreira de professor
 
Sugestão de fonte: Henrique Ohl, Analista de Treinamento do Nube
 
Sobre o Nube
 
Desde 1998 no mercado, o Nube oferece vagas de estágio e aprendizagem em todo o país. Possui mais de 6 mil empresas clientes, 12 mil instituições de ensino conveniadas no Brasil e já colocou mais de 500 mil pessoas no mercado de trabalho. Também administra toda a parte lega e realiza o acompanhamento do estagiário e aprendiz por meio de relatórios de atividades.
 
Anualmente, são realizadas 8 milhões de ligações, enviados 2 milhões de SMS e encaminhados 620 mil candidatos. O banco de dados conta com 3,2 milhões de jovens cadastrados e todos podem concorrer às milhares de oportunidades oferecidas mensalmente.
 
Para facilitar a vida dos cadastrados, foi desenvolvido um aplicativo no Facebook para publicação das vagas. O Nube também está presente nas principais redes sociais Twitter, Google+, Linkedin, Foursquare e Youtube. Com a TV Nube, oferece conteúdos voltados à empregabilidade, dicas de processos seletivos, currículos, formação profissional, entre outros. O cadastro é gratuito e pode ser feito no site www.nube.com.br.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe