Ser demitido do trabalho, realmente, não é uma situação fácil de se viver. No entanto, algumas pessoas reagem de forma muito diferente e chegam até a desenvolver a síndrome do pânico. Saiba como isso pode acontecer e veja como é possível se prevenir.

Estudos da Universidade de Brow, nos EUA, constataram o fato de situações repentinas como essa provocarem um nível muito alto de stress e desencadearem crises de ataques. Contudo, o mais interessante é essa reação ocorrer semanas ou meses depois do acontecimento.

Por isso, os pesquisadores alertam os familiares e amigos a ficarem bem atentos em casos como esses. Para eles, quem passou por tal episódio e se sentiu diferente, deve ficar sob alerta e vigilância, durante um tempo considerável.

Esse transtorno causa algumas alterações no corpo como desconforto, medo de morrer e sensação de perseguição. Em entrevista ao Facebook do Nube, os jovens demonstraram como essa doença está se tornando comum. Claudia Maria disse já ter convivido com quem sofreu com o problema e Jessica Peixoto confessou ter conhecido a síndrome por meio de sua mãe.

Dentre os depoimentos, um chamou mais atenção, o caso de Van Victoria. Ela sentiu na pele as crises e ressalta nunca ter passado por nada pior. “Quando ocorreu, alguns músculos se contraíram e não conseguia andar devido à retração de um dos pés. Eu senti desespero, necessidade de pedir ajuda, mas só conseguia chorar e não sabia, se quer, onde estava”, conta.

A maioria das pessoas relata sentir dores no corpo, sudorese, falta de ar, tontura, incapacidade de conviver em grupos ou enfrentar situações simples do dia-a-dia. Para a Supervisora de Empresas do Nube em Belo Horizonte, Marina Kraiser, “é uma doença muito difícil e ainda pouco conhecida e compreendida por nós”.

Entretanto, é importante frisar o fato de o pânico não ter nada a ver com personalidade forte ou fraca e pode ocorrer, em muitos casos, por herança genética. O tratamento deve ser feito com psicólogos e remédios.

Portanto, se você passar por uma situação como essa, não se sinta um ser de outro planeta. Afinal, todos passam por circunstâncias, as quais podem desencadear tal transtorno. A melhor alternativa é procurar ajuda de um especialista e se amparar nos parentes e colegas.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubeestagios) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Google+Foursquare e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos.

Seja nosso seguidor no Twitter (@nubevagas) e veja notícias diárias de ações, vagas de estágio e aprendizagem, palestras e muito mais. Assista nossos vídeos de dicas no YouTube e participe da nossa página no Facebook. Agora estamos também no Instagram e no Linkedin. Esperamos você em nossas redes sociais!

O Nube também oferece cursos on-line voltados para a qualificação profissional de estagiários e aprendizes. Basta acessar o link www.nube.com.br/ead. Todos os serviços para o estudante são gratuitos. Já instalou nosso aplicativo "Nube Vagas" em seu celular? Com ele você será notificado a cada nova oportunidade. Disponível na Apple Store e Play Store.

Compartilhe